RESENHA: As Aventuras do Caça-feitiço: O Aprendiz #1

04 julho 2016




Título: As aventuras do Caça-feitiço: O Aprendiz #1
Autor: Joseph Delaney
Páginas: 222 
Editora: Bertrand Brasil 
Nota: 4/5

Sinopse: CUIDADO: Não deve ser lido à noite! “O Caça-feitiço treinou muitos, mas pouquíssimos terminaram o aprendizado”, disse minha mãe, “E os que terminaram não se igualam a ele. São medíocres ou fracos ou covardes. Tomaram um caminho equivocado, recebem dinheiro pelo pouco que fazem. Portanto, agora só resta você, filho. Você é a última chance. A última esperança. Alguém tem que fazer esse trabalho. Alguém tem que enfrentar as Trevas. E você é o único que pode”.
Você já ouviu falar de histórias folclóricas brasileiras parecidas com: “A sétima criança de uma sequência de filhos do mesmo sexo será um lobisomem; ou que um menino nascido após sete meninas terem nascido da mesma mãe será um lobisomem; ou que o oitavo filho de uma mesma mãe, sendo menino ou menina, irá se tornar um lobisomem.” ? 

Bem, isso, é claro, não passa de lendas folclóricas. Mas por que elas são assim? Sabe-se que no Reino Unido, existe uma lenda relacionada ao Sétimo filho de um Sétimo filho, dizendo que o mesmo possui poderes mágicos. E foi dessa lenda, que também é folclórica, do Reino Unido que Joseph Delaney teve base para criar a história de sua saga As Aventuras do Caça-feitiço.


A história gira em torno de Thomas Ward, que é um Sétimo filho de um Sétimo filho, e que por ter tal origem, é apto a ser um Caça-feitiço. E com isso, ele começa uma árdua aventura para tornar-se um, sendo treinado pelo Caça-feitiço do Condado John Gregory. Logo no inicio da história, Thomas Ward enfrenta o seu primeiro desafio: lidar com espíritos desolados de soldados mortos, que estão localizados numa mata ao norte da fazenda de sua família. 

“Quanto mais subíamos, mais frio eu sentia, e não demorou muito comecei a tremer. Era o tipo de frio que provocava arrepios e deixava os pelinhos da nuca eriçados.”

Parte do trabalho de um Caça-feitiço é o de livrar espíritos penosos de pessoas, que muitas vezes não sabem que estão mortas, que vagam mundo a fora ou encontram-se presos em certos locais. Tais tipos de problemas somente Caças-feitiços podem resolver, pois eles conseguem ver coisas que as pessoas normais não podem como também sentir. E para esse trabalho, o medo não pode tornar-se uma barreira. 

Mas claro, não só de fantasmas vive um Caça-feitiço. Outras criaturas mais perigosas como Ogros, Feiticeiras, lâmias, etc. também são trabalho para um Caça-feitiço. E claro, há também as “Garotas da aldeia com sapatos de bicos finos”.


Logo no inicio do livro, Thomas Ward é salvo de uma confusão por Alice Deane, personagem muito importante na saga, uma garota com sapatos de bicos finos e com isso Tom acaba lhe devendo um favor. Ele descobre que ela é sobrinha de uma poderosa Feiticeira da região, Lizzie Ossuda, e por dever a Alice um favor, Tom entra numa aventura pra lá de assustadora, desafiadora e complicada.


“Havia um vulto escuro nas sombras, e quando meus olhos se ajustaram à escuridão, percebi que era uma garota.” 



Ao longo da história do livro, Tom tem que provar ser corajoso o suficiente para tornar-se aprendiz do Caça-feitiço, ser bom nos estudos do conhecimento sobre ‘Ogros e Feiticeiras’ e, como se isso não bastasse, também lidar com feiticeiras poderosas como a Mãe Malkin e Lizzie Ossuda, com ajuda do Senhor Gregory, é claro.



No primeiro livro da saga Joseph Delaney deu vida a personagens interessantes, misteriosos e importantes, como também deu origem a um amplo mundo de mistérios, criaturas e seres das trevas. ‘Mundo’ que, na história, trata-se do próprio Reino Unido em tempos passados, por isso cidades com Liverpool chegarão a serem citadas. Além de tudo, laços entre Thomas Ward e Alice Deane são criados.


Ao fim do livro, há um relato de Thomas Ward dizendo que a história contada no livro é quase toda tirada de sua memória e partes são retiradas de seu livro pessoal e seu diário (algo semelhante será visto no final de todos os outros livros da saga). E como também é dada uma ideia de oque se esperar do próximo livro, oque serve de estimulo para o leitor ler os próximos livros da saga.


Recomendo o livro, assim como a saga, para pessoas que gostam de histórias fantasiosas, mistérios, terror e que gostam de conhecer novos personagens fantásticos. Também irei escrever resenhas sobre os outros livros da saga, então fiquem na espera! E claro, ESSE LIVRO NÃO DEVE SER LIDO À NOITE!



18 comentários:

  1. Olá!
    Eu já conhecia o livro, ele já foi resenhado por um colaborador lá no blog, mas confesso que não tenho vontade de lê-lo não, rs.
    Eu não sabia que realmente existia essa lenda no Reino Unido, muito legal!
    Eu já assisti a adaptação cinematográfica e até gostei, mas ainda assim passo a leitura, rs.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oiiii Adriano, como vai?
    Que box mais lindo o seu, fiquei aqui babando e querendo para mim <3 em relação a obra, eu já conhecia e realmente o leria, gosto de livros assim, me lembram a minha infância e, sou completamente apaixonada por essas lendas.
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oiiii!
    Eu já tinha visto esse livro, mas nunca procurei saber do que se tratava.
    Adorei sua resenha, gosto muito de livros que envolvem fantasia.
    Quando criança, sempre gostei de lendas e quando chegava o mês do Folclore na escola eu amava.
    Acrescentei na minha lista ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adicione e leia, haha! Uma das coisas mais incríveis dessa saga é o fato de que ela sempre irá adaptar alguma lenda folclórica na história. E quando digo 'lenda folclórica' eu remeto também a criaturas místicas, deuses e coisas do gênero. E se você diz que quando criança sempre gostou de lendas assim, espera pela minha resenha da saga Dragões de Éter e juro que você irá se encantar!

      Excluir
  4. Oie Adriano, nunca tinha visto esse livro então o post foi ótimo pra eu conhecê-lo e saber do que se trata, porém, apesar de eu amar muito fantasia, não me interessei neste livro logo de cara. Quem sabe em outro momento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Thaísa, que pena. Mas olha, eu ainda irei fazer a resenha dos próximos livros da saga e acredito que você poderá se interessar e chegar a ler, pois a história é muito bacana e surpreendente. Então tudo que te peço é para ficar no aguarde da resenha do próximo livro, combinado? :D

      Excluir
  5. Ainda não conhecia esses livros, mas esse gênero não me atrai tanto... Dessa vez vou deixar passar a dica :(
    Sua resenha ficou muito boa
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie
    uau que legal sua resenha e que bom que curte tanto a série, acredita que ainda não conhecia? eu não sou fã desses gêneros mas tem um enredo bem forte e chamativo, boa dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Catharina, que bom que gostou!
      É de fato uma saga muito boa e ela me surpreendeu bastante em seu enredo e acredito que irá me surpreender mais ainda(digo isso pois nem todos os livros da saga ainda foram lançados no Brasil, mas falarei disso mais a frente). E claro, acredito que também a surpreenderá caso queria ler o livro, algo que recomendo haha.

      Excluir
  7. Que felicidade ver que você resenhou esse livro! Eu amo a escrita do autor, amo essa série e não vejo a hora de ter todos eles pra mim kkkkk
    Li só até o terceiro e espero que você goste da continuação.
    beijoooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade eu já li até o nono lançado aqui no Brasil(ultimo lançado até o momento que é o Eu Sou Grimalkin), e irei fazer a resenha de toda a saga. E sim, a forma em que o Delaney escreve é muito boa!

      Excluir
  8. Olá Adriano, tudo bem? Adorei a premissa do livro, e com certeza lerei! A resenha ficou incrível e as fotos também! Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adriano, sou meio medrosa, mas acho que iria adorar a leitura, pois sou louca por histórias que envolvam magias e afins.
    Amei!

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Caramba esse livro é simples e lindo! Tanto capricho me faz desejar obtê-lo o mais rápido possível.
    Tenho dado um tempo para aventura e fantasia, mas ele merece minha atenção.
    Ótima resenha!
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  11. Oioi! Tudo bem?
    Faz tempo que vejo os livros da serie As aventuras do Caça-feitiço e ainda nao tinha lido nenhuma resenha dele.
    Legal saber mais da historia de O Aprendiz, eu mesma adoro fantasia e esse é um prato cheio.
    A capa imitar couro é tao legal, eu vou tentar ler sim, adorei a trama.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  12. Oi. Não gosto de livros co continuação, mas, como tudo na vida tem exceções, essa é uma delas, gostei do enredo, a ideia do autor e a capa do livro estão fabulosas e a forma como você apresentou e contextualizou a resenha só ajudou, lembrei de outros livros e isso não pareceu que o livro é mais do mesmo, longe disso, parece uma obra genial.

    ResponderExcluir
  13. O recado esse livro não deve ser lido a noite é muito instigante, não fazia ideia dessa série da Bertrand. Eu adoro livros do gênero e vou ler com certeza, a resenha está perfeita. Bjkas

    ResponderExcluir
  14. Eu amo o gênero e sua resenha está bem convincente. A Diagramação está belíssima. Tudo parece estar bem caprichado e chamando pelo leitor Adorei.
    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir