RESENHA: Não Fale Com Estranhos

23 agosto 2016



Título: Não fale com estranhos
Autor: Harlan Coben
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Nota: 4/5

Sinopse: O estranho aparece do nada e com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis. Adam levava uma vida dos sonhos ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira?Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.Intrigante e perturbador, Não Fale Com Estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e suas consequências devastadoras.


Quando a Vivianne Sophie, isso mesmo, haha, ela que é uma das blogueiras do Cá entre nós, me indicou esse livro de leitura, não esperava que fosse gostar tanto do que iria ler. Eu já havia lido outros livros do Harlan, mas esse sem dúvidas é um dos melhores. 

Não fale com estranhos, com o título original de O Estranho conta a história de Adam Price, pai de dois filhos, casado com Corinne e que tem uma vida aparentemente normal, como de qualquer pai de família. Entretanto a felicidade que acredita ter ao ser realizado com a família que construiu começa a ser posta em dúvida quando em um bar, um homem desconhecido por Adam fala a seguinte frase para ele: Você não precisava ter ficado com ela. A partir daí nada mais será igual na vida do protagonista deste enredo de tirar o fôlego e que, página à página, questiona as certezas e convicções do personagem e do próprio leitor. 

"O mundo de Adam Price não foi destruído imediatamente pelo que estranho revelou. Isso foi o que ele disse a si mesmo mais tarde. Mas era uma grande mentira".

Adam recebe uma revelação, de um homem estranho, de que sua esposa esconde algo dele. Ele fala nitidamente como se conhecesse ela e a forma como fala nos faz acreditar que não parece mentira o que ele nos revela, tanto que até Adam no fundo acredita nas palavras deste homem. Neste ponto inicial da história, no mínimo ficamos curiosos, mas essa parte é só a ponta do iceberg do que ainda está por vir em termos de mistérios na trama. Ao decidir confrontar sua companheira sobre a verdade, se você leitor, espera respostas ou pelo menos pistas, não se iluda, pois sinto muito te dizer, não as terá (pelo menos não agora), pois Corinne neste momento desaparece, deixando a dúvida se ela fugiu por vontade própria se esquivando de encarar a realidade ou se está sumida por que algo aconteceu com ela.


Prepare-se, por que desde então você não conseguirá mais parar de ler até que descubra o desenrolar desse novelo de intrigas, mentiras, chantagens e mistérios que o farão perceber que nem sempre o certo te leva ao caminho mais fácil e o errado, por vezes, é relativo. 

"Acho que a gente precisa dar um tempo. (...). Só alguns dias, por favor".

Coben mais uma vez me provou dominar a arte de criar tramas incríveis de mistério a partir de fatos do dia a dia. O modo como é escrita a obra também ajuda o leitor a ter uma visão completa do “retrato” da história, por que foi escrita em terceira pessoa, ou seja, o personagem principal nos é apresentado como se alguém estivesse contando um conto sobre outra pessoa e partir disso temos um panorama que nos permite ver pontos diferentes do que o próprio Adam.


Isso não aconteceria se tivesse sido usado a primeira pessoa, pois se assim fosse seria como se aquilo se passasse conosco e ter essa visão enquanto leitor nos faz vivenciar na “pele” o que ocorre ao personagem, porém não nos deixa ter uma visão mais global e crítica como a escrita em terceira pessoa proporciona.

"Adam precisou de alguns segundos para digerir a informação. Três ou quatro anos. Por trêsou quatro anos Corinne podia simplesmente abrir um aplicativo no telefone para saber onde estavam os filhos e, sobretudo, o marido". 

Enfim foi um dos melhores livros lidos até hoje. Quando comecei não consegui mais parar de ler. Por vezes lendo, me pegava abrindo a boca com uma expressão de surpresa/perplexidade, por que por mais que você tenha alguns palpites Coben sempre é capaz de surpreender e trazer algo à tona que você nem imaginava que pudesse ocorrer. 

E ai, depois desta breve descrição espero que tenha ficado bastante animado(a) para conhecer Adam nesse trillher . Então pessoal, até a próxima resenha ;)

26 comentários:

  1. Só com a resenha já me apaixonei .. Vou procurar lê-lo quando tiver tempo (faculdade está acabando com as minhas leituras :/) Sucesso pra ti ..
    http://escolidivas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Thalia. Também sei como é a correria da faculdade, quando eu fazia o número de livros literários que li foi bem pequeno, por que a gente tem que priorizar os estudos né. Desculpe a demora em responder os comentários, estou estudando e está bem corrido pra mim. Em breve vem mais uma resenha minha por ai. Aguarde;)!!!

      Excluir
  2. No inicio eu era meio com o pé atrás de Harlan Coben, não me pergunte por que. Acabei comprando um livro e depois de muitos meses largados na estante, decidi ler. Porque eu não fiz isso antes??? Me apaixonei pela escrita dele. Não consegui parar de ler e não conheço uma pessoa que não ache o mesmo dele.
    Esse título eu ainda não li, mas já está na fila para próximas leituras.
    Adorei sua resenha! Me entusiasmou a ler logo!!

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LiteraKaos, leia sim, você vai gostar muito. Os livros do Harlan sempre nos oferecem desafios mentais e como eu disse ele sempre trabalha com os problemas da vida das pessoas, fatos que podem ocorrer conosco, os leitores das suas obras, o que aproxima muito o público dos personagens. Desculpe a demora em responder os comentários, estou estudando e está bem corrido pra mim. Em breve vem mais uma resenha minha por ai. Aguarde;)!!!

      Excluir
  3. É novo na Arqueiro? Porque achei que já tinha lido todos os livros do Harlan, mas não li esse. É meu autor preferido.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. É novo na Arqueiro? Porque achei que já tinha lido todos os livros do Harlan, mas não li esse. É meu autor preferido.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ola
    Simplesmente amo Harlan Cohen e adorei sua resenha. Estava na minha lista e já estou querendo adiantar o livro nela heheh
    Realmente me deixou mais ansiosa para ler, a sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu não consigo gostar de nada do Harlan. Já até tentei, mas não consigo encontrar o que as pessoas veem de tão sobrenatural nele, mas é questão de opinião mesmo. Fico feliz que tenha curtido a leitura, ela não é para mim.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raissa Nantes, é assim mesmo, quando se trata de leitura, o gosto é algo bem particular, eu também não gosto de alguns autores que muitas pessoas adoram e alguns gêneros literários a mesma coisa. Então não há problema algum nisso, tem que ler o que gosta e com o que se identifica. Obrigada por ler a resenha, em breve terá mais uma minha no blog, será uma história diferente dos mistérios de Coben, aguarde e um abraço;)!!!

      Excluir
  7. Oi!
    Nunca li nada dele acredita? Se não me engano minha mãe tem algum livro dele, vou olhar e ver se começo =D
    Falando em começo, alguém me indicou esse livro para ler e eu fiquei bem empolgado com a sinopse e tal. Vamos ver no que dá, pela sua resenha parece valer a pena.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro em uma noite não pude nem dormi passei o dia todo igual zumbi no outro dia ainda chafurdando na lama pelo final desse livro. Esse autor é fantástico mais dessa vez ele conseguiu se superar e assim como você me senti na pele dos personagens e que final foi esse? Com ceretza entra para minha lista de melhores do ano também.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  9. Oi, só com a sua resenha eu fiquei instigada a correr logo atras do livro e lê-lo. Achei a premissa bem interessante e aguçou a minha curiosidade, eu já li um livro dele que foi Cilada e já amei sua escrita e creio que vou amar esse. Dica anotada para ser o proximo dele que vou ler.
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Harlan é tudo de bom! Adoro todos os livros do autor! Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, e espero fazer isso em breve. Como é escrito por ele, sei que será uma daquelas leituras que vou devorar.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. eu tbm acho incrível como Coben transforma o corriqueiro em algo alucinante... adoro os livros dele [os que já li] e logo aumento a listinha... fiquei bem curiosa com a premissa de Não fale com estranhos e espero me envolver como você :D
    bjs...

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Nunca li nada do autor mas sempre vejo elogios aos montes! Parece realmente um clima de mistério incrível e é um daqueles livros que você simplesmente não consegue parar de ler até terminar. Vou adicionar na minha lista.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá. Definitivamente não tive uma boa experiência ao sair da minha zona de conforto esses dias quando tentei ler um livro mais nesse estilo, mas confesso que tenho muita curiosidade de ler um livro do Harlan e pode ser que a escrita dele me agrade. A premissa é bem interessante e espero mesmo não desgrudar do livro até descobrir todo o desenrolar do mistério.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  14. Oie
    infelizmente li apenas um livro do autor e super adorei, tenho muita curiosidade em outros e espero gostar muito, adorei sua resenha e esse enredo está bem instigante

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Todo mundo sempre fala tão bem desse autor e os enredos sempre parecem interessantes, parecem ser histórias muito bem elaboradas. Porém, apesar de ter uma curiosidade acerca, nunca tive o desejo de ler nada dele :/ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  16. Oi, Thaísa. Tudo bem?
    O Harlan Coben é meu autor favorito, minha alma gêmea, meu mestre das noites em claro. Adoro os livros dele e estou louca para ler Não Fale com Estranhos. Uma dica: leia Desaparecido para Sempre, é ótimo também.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  17. oi ^^
    nunca li nada do autor, mas só vejo o pessoal tecendo elogios sobre ele. apesar de não ser um dos meus gêneros favoritos, tenho uma curiosidade sabe? vou ver se escolho um dos livros dele pra começar a leitura. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa cliquei sem querer e nem havia escrito tudo kk
      bom, de qualquer forma gostei da resenha. não sei se começaria por esse, mas fiquei bem curiosa.

      Excluir
  18. Olá, tudo bem?

    Ainda não li nada do Harlan e não entendo o por que. pois ele escreve justo o que curto, suspense, mistérios. Mas falta algo para cair na escrita dele. Gostei muito da sua resenha, pois fiquei curiosa por este livro, adoro leituras que sempre nos surpreende.

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Concordo totalmente com você. Para mim foi um dos melhores livros dele que li. Eu fiquei chocada com o final ótimo, porque ele optou por algo bem diferenciado e eu amei demais! Fazia tempo que não lia um livro de suspense e não me arrependi!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  20. Mais um livro do Harlan que preciso ler urgentemente! Pela sua resenha você curtiu e muito, seu post deixou com aquela pitada de que nós leitores precisamos conhecer essa obra. Então mais do que justo, vou adicionar na minha lista.

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?
    Gente, preciso urgentemente deste livro! Para ontem! Cara eu fiquei completamente presa na sua resenha, imagina lendo este livro?
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  22. Oie, tudo bem? Adorei que temos o mesmo nome kkkk eu raramente leio suspense, não é muito meu gênero, mas ouço dizer que os livros desse autor são maravilhosos!

    ResponderExcluir