RESENHA: O Ano em que Te Conheci

24 agosto 2016


Título: O Ano em que Te Conheci
Autora: Cecelia Ahern
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito
Nota: 3/5

Sinopse: Bem-vindos ao mundo imperfeito de Jasmine e Matt.Vizinhos, eles não têm o menor interesse em tornarem-se amigos e nunca haviam se falado antes. Estavam sempre ocupados demais com suas carreiras para manter qualquer tipo de contato.Jasmine, mesmo sem nunca tê-lo encontrado, tem motivos para não suportar Matt.Ambos estão em uma licença forçada do trabalho e sofrendo com seus dramas familiares. Eles precisam de ajuda. Na véspera de Ano-Novo, os olhares de Jasmine e Matt se encontram de forma inusitada pela primeira vez. Eles têm muito tempo livre e precisam rever seus conceitos para poder seguir em frente.Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer.

Com vários livros publicados ao redor do mundo, Cecelia Ahern nos presenteia, desta vez, com um romance centrado nas estações do ano, onde sentimentos são colocados a prova, através de uma narradora que cultiva uma relação singular com o seu vizinho. Além de descobrirmos uma certa magia, por trás da jardinagem.

O Ano em que Te Conheci nos apresenta a história de Jasmine, uma mulher que nunca teve muito tempo para fazer as típicas tarefas que parecem entreter os seus vizinhos. Sejam elas, cuidar do jardim, fazer reuniões, caminhadas, dentre outras coisas que nunca passaram pela cabeça dela. Acontece que ao criar uma empresa, que vende 'ideias', sua mente sempre se manteve a mil, não havendo espaço para outras distrações em sua vida.


Tudo muda, no entanto, quando Jasmine é despedida pelo seu sócio e como consequência, precisa passar por um período de 12 (doze) meses, em licença-remunerada, pois ao trabalhar em um mercado competitivo, ela poderia acabar revelando segredos confidenciais á uma empresa rival, e por isso foi obrigada a ficar fora do mercado de trabalho por um ano.


"Todos nós temos momentos marcantes em nossas vidas, períodos que influenciaram mudanças pequenas ou profunda dentro de nós. Posso pensar em quatro momentos transformadores para mim: o ano em que nasci, o ano em que soube que iria morrer, o ano em que minha mãe morreu e agora tenho um novo, o ano em que te conheci".

Sem muito o que fazer, Jasmine acaba criando uma obsessão pelo seu jardim, que até então era um grande piso de concreto, contrariando toda a decoração do bairro residencial em que ela vive. Seu novo passa-tempo também, acaba sendo o vizinho Matt. Sempre bêbado, Jasmine nutre uma grande repulsa pelo homem e sempre que pode, o observa chegar embriagado em casa e gritar com a esposa. Além de ser sempre confrontado ou ignorado pelos filhos.

Acontece que Matt é locutor de uma rádio, e tem um programa que abre margem para os ouvintes dar as suas opiniões ao vivo, sobre diversos assuntos. Dentre eles, a síndrome de down. Há um tempo atrás, quando tinha 15 anos, Jasmine ouviu no programa de Matt, várias opiniões desagradáveis sobre o assunto e isso acabou deixando-a muito furiosa, pois sua irmã Heather nasceu com a síndrome. 

"Não gostar de você me deu alguma coisa em que eu possa me concentrar. Não gostar de você se tornou meu emprego em tempo integral".

Um certo dia, no entanto, Jasmine é forçada a se comunicar com Matt, que logo é abandonado pela esposa e expulso da radio. Os dois sem muito o que fazer, acabam construindo uma amizade incomum. Repleta de sarcasmos e respostas ácidas, mas ambos acabam ouvindo com mais atenção as opiniões um do outro e até mesmo incentivando mudanças entre si. 


Neste mesmo cenário, também conhecemos o Dr. Jameson, um velhinho aposentado que acaba tendo uma participação muito significativa na história, além de ser um dos vizinhos de Jasmine e Matt. Há também Monday, um caça-talentos, que fica muito interessado na Jasmine e também tenta oferecer a ela uma proposta de emprego. Heather, irmã mais velha de Jasmine, é um doce e percebemos que mesmo nascida com down, a jovem é muito independente e inteligente, gostei muito da participação dela. 

O foco da trama fica por conta da vida de Jasmine e as pessoas que fazem parte do seu círculo social. Ela sempre foi uma mulher que corria atrás das próprias conquistas e que nunca pedia ajuda a ninguém. Mas de uma hora para outra, a sua vida toma um rumo inesperado, e ela simplesmente não sabe como agir. Além disso, ela é super protetora com a irmã, o que a torna por vezes agressiva e injusta com as pessoas. Jasmine é o tipo de personagem que sempre espera o pior de todos, mas acabamos entendo esse lado dela melhor no decorrer do livro.

"É irônico que seja você quem me conhece melhor, dentre todas essas pessoas".

A leitura fluí fácil, pois a escrita da Cecília é excelente e consegue envolver bem o leitor. O enredo no entanto, é o que menos prende, pois ficamos por dentro de todos os dramas da vida da protagonista, e claro, aguardamos uma reviravolta, ou no mínimo um romance arrebatador, mas nada disso acontece. A história encerra com um desfecho cru, nada muito impactante e acabou frustando um pouco as minhas expectativas. 


Ainda assim, comecei a pensar que talvez essa seja uma faceta da autora, ao mostrar a vida como ela realmente é. Nem sempre encontramos um amor que arrebata nossas vidas, ou um acontecimento extraordinário em nossas jornadas. Mas as vezes encontramos a perfeição, em amizades inusitadas. Em mudanças que só nós somos capazes de impôr, em si mesmos. Além da incrível máxima de que só aprendemos com os nossos erros.

A obra é um trabalho da editora Novo Conceito, que caprichou bastante na capa, que ficou simplesmente linda. A diagramação é simples mas adequada. Encontrei somente pequenos erros na minha edição, mas nada que prejudicasse a leitura. O destaque da narrativa, fica por conta de ser contada em primeira pessoa pela Jasmine, mas que parece estar falando diretamente para o Matt, onde ela conta toda a história do ano em que conheceu ele. 

Por fim, recomendo a obra para todos aqueles que gostam de um toque de realidade e uma boa reflexão. Vocês vão rir, se frustar e ponderar com todos os momentos vividos pela Jasmine. 


Acompanhe essa resenha também no podcast!




Se escutar não esqueça de 
deixar a sua opinião ;)

32 comentários:

  1. Olá
    já li vários livros da autora e não vejo a hora de poder ler esse também. Como já conheço seu estilo, sei que ela gosta mesmo de inserir boas reflexões no texto e adoro isso. Essa capa está simplesmente linda, a editora arrasou!
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro a Cecelia Ahern porque ela consegue fazer histórias legais com coisas simples. este não foi ainda o melhor livro dela, mas eu gostei mesmo assim por causa de todos os personagens, apesar de que de vez em quando me irritava com eles. Mas mesmo assim não deixo de gostar da autora!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Greice,

      Eu também gosto muito das obras da autora e senti a mesma coisa que você, que não foi a melhor obra dela, ainda assim teve o seu encanto.

      Abraços

      Excluir
  3. Olá!

    Jura que não tem um romance arrebatador? Eu estava lendo a resenha e achando tudo muito legal, até você colocar essa observação. Eu não gosto muito de livros que seguem uma linha do início ao fim, prefiro quando ele me surpreende. Uma pena, a sinopse prometia!

    Abraços, Helô

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Pois é Helô, infelizmente esse livro não tem nada tão impactante, ainda assim possui lições valiosas, dê uma chance.

      Abraços

      Excluir
  4. Já li alguns livros da Cecelia e acredito que a escrita dela tem muita de vida real, o que geralmente não inclui um romance arrebatador sempre. Gosto da forma como ela aborda as relações humanas. Inclusive em A Lista ela fala sobre como uma história comum pode ser fantástica.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabella,

      Também já li outros livros da autora, mas discordo no quesito romance, afinal conhecemos a construção de uma história de amor em Ps.: Eu te Amo e também em Simplesmente Acontece, Como Se Apaixonar, dentre outros. Ainda assim este livro passa as lições que você mencionou, de que o comum pode ser fantástico, mas eu como uma fã de fantasia não fiquei tão convencida haha.

      Abraços

      Excluir
  5. Oi!
    Eu adoro os livros e a escrita de Cecelia Ahern. Acho incrível as mensagens que ela consegue passar com as suas histórias.
    Já li alguns dela e tenho aqui em casa a coleção toda dela. Mas falta ainda ler alguns, inclusive esse. E pelo que eu venho vendo, esse parece não ser tão bom.
    Não sei se você já leu algum outro da autora, mas recomendo "P.S. Eu Te Amo" que é muito melhor que o filme e "A Vez Da Minha Vida" - excelente livro!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Vivi, tudo bem?
    Esse livro me chamava a atenção pela capa e nome da autora. Mas depois que fui conhecer mais, acabei desistindo de ler.
    Só o fato de conhecer o homem através de resenha já é o suficiente para que eu fique com raiva e sinta dor. Então não leria por causa dele.
    Mas pelo que percebi na sua resenha, não há de fato um novo romance... então se esse fosse o caso, talvez eu leria. Não sei :P
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Tenho uma relação de amor e ódio para com esta autora. Amei P.S. Eu te Amo, mas odiei O Livro do Amanhã e isso me deixa indecisa se devo ler mais alguma coisa dela. Acho a capa deste livro mega romântica!!!
    Adorei suas considerações sobre o enredo e estou curiosa para conhecer o casal e ver como isso se dará nas páginas.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Viviane,
    É uma pena que o livro não tenha te prendido em relação ao enredo. Ao contrário de você, eu me senti muito envolvida com o enredo e achei a história muito boa e me senti muito tocada por ela e me descobri por conta desse livro. Entretanto, apesar de o livro ter funcionado muito pra mim, tenho visto que não está funcionando muito para as outras pessoas e acho isso muito legal, pois são opiniões que uma mesma obra desperta no próximo.
    Curti sua resenha, está muito bem escrita e achei muito legal a forma como você a escreveu.
    Sinto muito pelo livro não ter funcionado muito bem pra ti.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Bruna,

      Pois é, vi sua resenha sobre a obra e fiquei imensamente feliz por você ter tido um bom aproveitamento dessa leitura. Infelizmente para mim não funcionou tão bem, ainda assim reconheci os pontos positivos do livro e com essa escrita maravilhosa da autora, foi um grande enriquecimento pessoal.

      Abraços

      Excluir
  9. Olá,
    Tive a experiência de ler P.S. Eu te amo da autora e gostei bastante da escrita dela.
    Quero muito ler outras obras da Cecília mas ainda não consegui.
    Esse está na lista e estou com muitas expectativas em relação a ele. Gosto de tramas que nos façam refletir.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, essa é a primeira resenha que vejo do livro e, apesar de não ter tido uma nota tão alta, é uma leitura que fiquei curiosa para fazer, especialmente para ver mais sobre a protagonista e seu vizinho, para entender melhor quem eles são.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu já li um livro da autora e gostei bastante da escrita dela, realmente prende o leitor.
    A premissa desse livro me parece bem "morna", e saber que não há uma reviravolta ou um romance arrebatador me deu uma desanimada.
    Mas ainda assim eu pretendo ler a obra, tô curiosa sobre os personagens.
    A Novo Conceito caprichou nessa capa, ficou linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu gostei muito da sua resenha e não é só pq vc diz que a leitura não prende tanto embora flua bem, é que o enredo não me agradou. Vou deixar passar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Eu quero muito fazer essa leitura tenho visto muita resenha positiva a sua é uma delas e por mais que algumas pessoas não gostem dessa pegada que o livro trás eu adoro um choque de realidade é sempre bom ainda mais para a gente que fica viajando nos mundos dos sonhos esses livros que nos colocam com os pés no chão são uma belezinha.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  14. Oiii Vivianne, como vai?
    Menina eu tenho tanta vontade de realizar a leitura desse livro e fiquei meio triste em relação da avaliação, quem sabe eu tenha achado que seria bem diferente em si a história, mas quero ler com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Oie! É, a cecelia é meio assim, algumas obras ela arrebata e em outras ela acaba não cativando tanto, e já notei que os livros dela para o leitor são sempre amor intenso ou não gosto muito. A minha última experiência com a autora não foi grande coisa por isso ando temerosa de ler esse, e a partir da sua resenha já percebi que devo baixar todas as expectativas. Gostei de saber que trata da síndrome de down e também do vizinho aposentado, acho que a inserção dele na trama vai ser ótima. Em fim, ele está aqui para ser lido, espero gostar ao menos um pouco, e gostei muito da sua resenha sincera.

    ResponderExcluir
  16. Achei linda a capa desse livro e essa primeira foto do post está incrível <3
    Sobre a história, achei meio confuso se o que nasce entre eles é romance ou amizade. Fala-se na sinopse que "uma amizade improvável lentamente começa a florescer" mas achei alguns trechos com muita cara de romance. Às vezes é só impressão, né? Hahah.
    Mas bem bacana sua resenha! Me despertou curiosidade em conhecer a autora :)

    Com Amor, Isa

    ResponderExcluir
  17. Hey! Nunca li nada dessa autora, embora ela tenha diversas obras que me interessam bastante. Esse novo livro parece ser bem legal e estava interessada, mas parece um romance bem mais maduro, digamos assim, já que lida com problemas como divorcio, alcoolismo e desemprego, rs. Ainda assim tenho um interesse em ler ☺ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  18. Oi oi querida,
    Eu li a sua resenha e fiquei sem palavras para descrever o quanto adorei a escrita da autora.
    A história é tão envolvente que fiquei imaginando o que acontece no final, se é previsível ou não. A personagem Jasmine é bem simples, mas não deixa de ser cativante. Já o seu vizinho Matt parece estar sofrendo com algo (Além do ocorrido om ele na história).

    Eu vou procurar mais sobre a historia, mesmo sabendo que não precisa. Você explicou muito bem na sua resenha e foi totalmente sincera.

    P.S toda vez que começo um comentário com "Fiquei sem palavras", acabo exagerando nos comentários. Como pode ver ❤

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  19. O enredo é razoável. Sua resenha está ótima mas a obra não me apeteceu. A capa porém está linda!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Eu já vi esse livro e ele tinha me conquistado pelo marketing, porém em muitas resenhas eu vi a galera falando que não é muito bom. Gostei da autora retratar a vida como ela é, acho devemos ler algumas coisas que trazem a dura realidade para alguns.
    Espero poder ter uma experiencia melhor durante a leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. está sendo minha atual leitura e até o momento não consegui me empolgar com os personagens, nem me envolver muito com a história... pelo que vc citou, acredito que eu tbm não vá me surpreender com essa leitura... só espero que não se arraste, mas pela escrita, até que tô lendo num ritmo razoável...
    bjs...

    ResponderExcluir
  22. Eu já tinha ouvido falar deste livro. Linda capa, ótimo título, mas para ser sincera, a leitura não me cativou, esperava mais.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?

    Estou muito ansiosa para ler este livro. O que me atraiu primeiramente foi a capa, mas não sei explicar muito bem o motivo. Tem alguns livros que vejo e ja me bate uma necessidade muito grande em ler! Com este não foi diferente.

    A ultima frase da sinopse foi o desfecho perfeito para atiçar ainda mais minha vontade: "Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer.".

    A escrita da autora parece ser mais um ponto positivo para obra. Espero suprir todas minhas expectativas.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  24. Pelo que eu percebi de várias resenhas que já li dessa autora, ela realmente gosta de fazer histórias da vida real, como a vida realmente é, e é por isso que me atrai pelas história dela, e estou louca pra ler p.s. eu te amo. Quanto a esse, é uma história cheia de reflexões como as outras, e fiquei bem curiosa pra conhecer também. Infelizmente ele não alcançou as suas expectativas, mas não parece que seja um livro arrastado. De qualquer maneira, gostei da sua resenha.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem? Gosto de livros que remetem a realidade, mas no começo da resenha esperava que o livro fosse melhor. Realmente acho interessante colocar a verdade nua e crua na história, mesmo que não tenha nada de reviravoltas mirabolantes, mas prefiro algo mais elaborado. Beijos.

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?
    Eu já li várias resenhas sobre esse livro esses dias e tenho uma certa curiosidade com a história. O livro tem uma premissa interessante, fico imaginando como deve ser acompanhar o relacionamento dos personagens e achei interessante a autora trazer um personagem com down. Algo que gostei na sua resenha foi você contar o que fez a protagonista nao gostar do vizinho, porque até agora eu só sabia que ela nao gostava dele kkkkk Enfim, nao parece ser um livro extraordinário, mas acredito que eu vou gostar, entao marquei a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  27. Olá Vivi, lendo a sua resenha tive uma percepção melhor sobre o enredo do livro, a parte que a Jasmine tem que ficar longe do mercado por 12 meses, e assim tirei essa dúvida. Sobre o livro em si, parece interessante, vou dar um voto. Bjkas

    ResponderExcluir
  28. Não é um livro que me agrade no momento, estou numa outra vibe. Mas acho interessante essa fato de não ser sempre um amor arrebatador, a vida nem sempre é assim.
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir