RESENHA: Sombra e Ossos - Trilogia Grisha #1

30 agosto 2016


Título: Sombra e Ossos - Trilogia Grisha #1
Autora: Leigh Bardugo
Páginas: 288
Editora: Gutenberg
Nota: 4/5
Sinopse: Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter. A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras. Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

A resenha de hoje se trata de um livro que me deixou muito empolgada com a sua sinopse, acontece que elementos de fantasia e um possível romance inserido na obra, me deixaram roendo as unhas para conferir essa história que promete conquistar muitos corações desavisados. 

Em Sombra e Ossos conhecemos Alina Starkov, uma órfã que viveu em um orfanato de um Duque durante a sua infância, esta última, poderia ter sido um período difícil e solitário, mas foi muito divertida graças ao seu melhor amigo - e também órfão - Maly. Os dois cultivaram uma amizade de longa data e posteriormente se alistaram juntos no exército.

Alina acaba por se tornar uma cartografa e sem muitas perspectivas para vida, ela se adapta a sua rotina. Sua vida leva um baque, no entanto, quando ao partir com o exército em uma missão: atravessar a Dobra das Sombras, ela acaba descobrindo algo inusitado a respeito da sua própria natureza. 

A Dobra das Sombras nada mais é que um trecho escuro no mapa, que nem sempre foi assim. Acontece que anos atrás, um Darkling - senhor supremo dos Grishas - em sua ganância para conseguir mais poder, acabou tornando uma parte do território em uma verdadeira escuridão, repleta de volkras - seres canibais com asas, que já foram humanos - e dessa forma, o mundo foi dividido em dois, impedindo o Norte de alcançar o Sul.


"Eu passei a vida procurando um modo de corrigir as coisas. Você é o primeiro lampejo de esperança que tenho em muito tempo".

E ao tentar atravessar esse trecho, Alina acaba se deparando com os monstros volkras que começam a atacar a todos, inclusive o Maly. Alina que não suportaria ver a morte do seu melhor amigo, se joga contra ele e sem perceber acaba liberando uma luz que mantém os monstros afastados. Acontece que os detentores de poderes são chamados de Grishas e liderados pelo Darkling e são sempre descobertos na infância, o que torna Alina uma jovem incomum.

Ao se deparar com a verdade de ser uma Grisha, Alina luta muito contra isso, pois é obrigada a se separar dos amigos e conviver em um palácio de treinamento. Além disso, ela precisa aprender a invocar o seu poder se quiser ajudar o reino, mas todos os seus treinos são falhas desastrosas. No meio disso, ela começa a conviver com a estranha presença do Darkling, que além de misterioso possui muitos planos para a jovem. 


Se adaptando a uma vida que ela nunca esperou, fazendo amizades inusitadas e lutando contra diversos sentimentos do seu coração, Alina vai aprender que aceitar sua natureza é um grande desafio e viver sob as expectativas de salvar um reino, pode ser mais difícil do  que ela imaginava.

Os personagens dessa história são bem construídos, com destaque para Alina que é uma jovem muito persistente e que mesmo deslumbrada com o ambiente do palácio, soube se impôr. O Darkling também é um dos personagens mais cativantes da trama, ele exala mistério e perigo, confesso que foi impossível não gostar dele. Repleta de elementos para uma boa história de fantasia, Sombra e Ossos é uma obra que faz a leitura fluir de forma fácil, embora o início pareça um pouco confuso com as demasiadas informações, mas a história consegue enganchar muito bem e manter o nosso interesse. 

"Eu me pegava caminhando por aí para encontrar você, sem qualquer razão, apenas por hábito, porque tinha visto algo que eu queria lhe contar ou porque queria ouvir a sua voz. E então me lembrava de que você não estava mais lá e todas as vezes, cada uma delas, era como se me faltasse o ar".

O desfecho foi sem dúvidas, surpreendedor e confesso que eu esperava mais. Acontece que a história demorou evoluir em termos de acontecimentos e o final acabou por ficar corrido, deixando vários 'buracos' na trama, que eu espero que sejam preenchidos no segundo livro.  Ainda assim, não deixei de me encantar pela história, que além de bem ambientada, possui uma premissa inovadora ao trazer algumas expressões em russo.


O livro faz parte de uma trilogia denominada "Grisha", e eu sei que isso desanima muita gente, mas garanto a vocês que o livro é curtinho, deixando um bom gancho para o próximo volume e se não houvesse uma continuação, minha nota mudaria. A obra é um trabalho da editora Gutenberg, que caprichou muito na capa e na diagramação, essa última ficou muito linda. Já iniciei a leitura do segundo volume e em breve vou trazer a resenha para vocês.

Por fim, recomendo essa história para os fãs de fantasia com um toque de mistério e romance, vocês vão se divertir e se surpreender com este livro.

22 comentários:

  1. Oi, Viviane. O que me desanimou nem foi o fato de ser uma trilogia mas a premissa mesmo que não me agradou. Eu até gosto do gênero mas não senti nada de diferente nesse livro que me deixasse curiosa com a leitura e me fizesse comprá-lo.

    ResponderExcluir
  2. Essa trilogia parece ser bem legal, mas é uma pena quando a evolução da trama demora e no final, pah, o autor corre com tudo deixando pontas soltas. :/
    Ah, a capa é linda!
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Hey, Viviane!

    Eu tenho lido tantas resenhas sobre esse livro e estou indecisa.
    No começo, quando ele foi lançado, eu queria muito ler. Aí fui lendo as resenhas e vendo que, enquanto uns amavam a trama, outros detestavam.
    Agora não sei se quero ler... rsrs
    Sua resenha reacendeu minha curiosidade, mas ainda não sei se quero ler.
    Vou tentar me decidir.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra,

      Quando inicie essa leitura, também encontrei essa divergência..confesso que eu espera um pouco mais da história, mas ainda assim toda a ambientação construída pela autora, é bem inovador e foi o que mais me impactou. Recomendo que leia sim e espero que você aprecie.

      Abraços

      Excluir
  4. Olá,
    A editora realmente caprichou na capa porque é linda.
    Ainda não li a obra, mas tenho bastante vontade de ler devido à premissa que achei super legal e quero descobrir que poder é esse que Alina possui. Espero gostar tanto quanto você.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    O livro não me chamou muito a atenção,embora tua resenha está perfeita.
    Talvez eu que não esteja no momento rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Esse é meu primeiro contato com o livro e amei sua resenha fiquei com bastante vontade de fazer a leitura, quanto a evolução do enredo esta difícil para mim o que mais tenho lido ultimamente são livros lentos no começo e o final corrido demais me deixando com aquele gostinho de poderia ser diferente como se trata de uma trilogia você pode ter esperança de que vai melhorar.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  7. Oi, mesmo esse livro tendo todos os elementos que gosto e que faria eu gostar de um livro, eu não consegui me sentir atraida pela historia, não consegui me sentir conectada, o enredo não me prendeu e achei a premissa meio confusa, por isso, por enquanto não leria esse livro e nem a série.
    bjus

    ResponderExcluir
  8. Olá, essa trilogia ta na minha lista de desejados pra ler a bastante tempo, pois ano passado at;e comprei os 3 livros na bienal para poder lê-los e acabou que eles ficaram na estante e estão lá até hoje, que vergonha. Já li muitas coisas boas sobre essa trilogia e espero em breve conseguir lê-los pra saber se é realmente tudo isso, vou aproveitar que estou nessa vibe de fantasias lendo A fúria e a aurora e vou engatilhar nesse após!

    Ótima resenha!
    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Oiii Vivianne, como vai?
    Infelizmente dessa vez a obra em si não despertou meu interesse, não costumo ler esse gênero, mas me apaixonei perdidamente pela sua resenha que está incrível <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Gostei da premissa. Adoro fantasia e essa me pareceu bem diferente! Os títulos da trilogia são bem sugestivos e com certeza é uma leitura que farei, mas não agora, por que é livro demais pra ler kkkkk ótima resenha! Beijão

    ResponderExcluir
  11. Bem legal ver sua resenha, como sempre você soube ressalta os pontos positivos mas os negativos também, apesar de ter uma pitada de romance não me vejo lendo esse livro por hora, quem sabe mais para frente. Ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Viviane, faz muito tempo que essa trilogia está na minha lista, ainda mais porque eu adoro o genero, e a casa resenha fico ainda mais ansiosa. Bjkas

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Enquanto o pessoal fica desanimado com trilogia eu me animo ainda mais hahaha ainda não conhecia essa, só fiquei chateada por no final o autor correr com a trama e deixar vários buracos, então vou esperar sua resenha do segundo volume para saber se esses buracos são preenchidos.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi Vivi!
    Gente, sobre esses buracos, NEM SE PREOCUPE! Vão ser fechados. O primeiro volume é realmente o mais parado. Mas tem o motivo. A história da Alina so ganha mais ação do segundo em diante. O primeiro livro é mais para a construção dos personagens, apresentação da trama e talz. Mas aguarde, o segundo, é MATADOR. Principalmente, o final. Pra mim, uma das minhas trilogias favoritas. E o novo livro da autora é ainda melhor. Só recomendo <3
    Não gosto do Mally. Prefiro o personagem que vai aparecer no segundo livro ^^ Você vai conhecê-lo quando ler.

    Abraços
    David Andrade
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Ainda não li o livro, mas adorei a premissa. Fiquei realmente bem curiosa. Uma pena que o final ficou corrido e com varios buracos, mas tenho certeza que isso será preenchido no próximo volume e espero que te agrade ainda mais.
    adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  16. Oie,
    A maioria dos livros que tenho lido tem sido uma leitura arrastada. Gostei da premissa e de como o enredo evolui. Pena que é trilogia. Queria livros com enredos únicos.

    ResponderExcluir
  17. Me falam pra ler esse livro há algum tempo, mas confesso que eu nunca me animei muito com a leitura. Espero conseguir lê-lo em breve, os personagens parecem ser muito bons.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?

    eu devo ter algum problema, li a sinopse três vezes e ainda não entendi. Enfim, sua resenha foi mais esclarecedora que a sinopse, mas mesmo assim o livro não chamou minha atenção não. Algo nele não me pegou, pena, pq vi que mesmo com as críticas vc gostou... Espero que o próximo volume te deixe mais empolgada!

    bjsss

    ResponderExcluir
  19. Olha, esse livro sempre me chamou atenção pela capa. Só que eu fico com um pé atrás porque eu tenho sérios problemas com fantasia... Não curto muito...
    Porém sua resenha ajudou um pouco mais a querer ler o livro!=)

    #Ana

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Conforme eu ia lendo sua resenha, estava ficando mais e mais empolgada para dar uma chance ao livro. Mas, essa coisa de o início ser meio complicado com tantas informações e o final ser meio corrido e ter deixado buracos na trama me deixou um pouco decepcionada. Eu sou da opinião que livros, mesmo de séries tem que ter um final, tem que se manter sozinhos mas deixar pontos, ganchos para os próximos e não a sensação de que tenho que ler o segundo porque está faltando muita coisa para entender no primeiro, entende?
    Ainda estou curiosa, mas não é um livro que daria prioridade na leitura...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  21. Oii, tudo bem?
    Eu já gosto de séries e trilogias, essa esta sendo bem comentada, mas não faz muito o meu estilo de leitura, mas se eu tivesse uma oportunidade eu o leria sim, afinal se todo mundo esta comentando deve ser bom.
    Adorei o post, parabéns
    Beijos da Mary
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir