RESENHA: Muito Além do Tempo - Timeless #1

28 setembro 2016


Título: Muito Além do Tempo - Timeless #1
Autora: Alexandra Monir
Páginas: 272
Editora: Jangada
Nota: 4/5

Sinopse: Uma tragédia atinge a família de Michele Windsor, e ela é forçada a morar com os avós que nunca conheceu. Em sua mansão histórica em Nova York, repleta de segredos de família, Michele encontra um diário que tem o incrível poder de fazê-la retroceder no tempo, até o ano em que foi escrito, 1910. Lá Michele encontra o rapaz que ela viu em sonhos durante toda sua vida. Em pouco tempo, ela se vê apaixonada por ele. Quando se dá conta, Michele está vivendo uma vida dupla, lutando para conciliar seu mundo de estudante com suas viagens ao passado. Mas, quando se depara com uma descoberta terrível, ela é lançada numa corrida contra o tempo para salvar o homem que ama, e empreender uma busca que determinará o destino dos dois.

Sempre gostei muito de histórias que abordam viagens no tempo, eis que me deparo com esse livro bem intrigante e que me deixou com uma curiosidade imensa, de saber todos os mistérios por trás dessa obra. Para minha felicidade, me surpreendi com o enredo, que muito tem de consistente. Além do desfecho delicado e atencioso que a autora soube criar, dando a história um ar de encanto e me garantindo um bom suspiro ao terminar de ler as últimas páginas.

Em Muito Além do Tempo, conhecemos Michele Windsor, uma adolescente que vive tranquilamente com a sua mãe em Los Angeles. Embora sua vida não tenha muitas novidades, Michele tem alguns sonhos estranhos. Desde da infância ela se vê de frente para um rapaz com lindos olhos azuis e ela sempre ouve uma música desconhecida, além de sentir uma estranha sensação de familiaridade. Não entendendo muito bem o significado disso, Michele segue com a sua vida da melhor forma que pode, mas um certo dia, sua mãe acaba sofrendo um acidente de carro e vindo óbito. Sozinha no mundo, tudo o que Michele quer é desaparecer, mas logo ela descobre que as mudanças na sua vida só acabaram de começar.


Após uma visita de uma assistente social em sua casa, Michele descobre que será enviada para a casa dos avós, a clássica mansão da família Windsor. O mais intrigante é que a mãe dela, havia se afastado dos pais há muito tempo e deixá-los como tutores, foge um pouco da compreensão da jovem que nada pode fazer a respeito. Chegando no local, ela logo descobre que viver em uma casa tão antiga e repleta de histórias, será um desafio e tanto, mas não deixa de deslumbrar com a riqueza da mansão. 

RESENHA: Fúria Vermelha #1

25 setembro 2016


Título: Fúria Vermelha
Autor: Pierce Brown
Páginas: 468
Editora: Globo Livros
Nota: 5/5

Sinopse: Fúria Vermelha é o primeiro volume da trilogia Red Rising, e revive o romance de ficção científica que critica com inteligência a sociedade atual. Em um futuro não tão distante, o homem já colonizou Marte e vive no planeta em uma sociedade definida por castas. Darrow é um dos jovens que vivem na base dessa pirâmide social, escavando túneis subterrâneos a mando do governo, sem ver a luz do sol. Até o dia que percebe que o mundo em que vive é uma mentira, e decide desvendar o que há por trás daquele sistema opressor. Tomado pela vingança e com a ajuda de rebeldes, Darrow vai para a superfície e se infiltra para descobrir a verdade. 'Fúria Vermelha' será adaptado para o cinema por Marc Forster, diretor de Guerra mundial Z.

Sempre fui fã de distopias e Fúria Vermelha foi sem dúvidas, uma das melhores obras que li nos últimos tempos. Repleto de ação, conspirações e reflexões a respeito da organização política de uma sociedade, a obra nos choca e garante uma ressaca literária após virar a última página.

Nesta obra conhecemos Darrow, um jovem vermelho, que muito precocemente ganhou o cargo de "mergulhador do inferno", que consiste basicamente em extrair hélio i-3 das camadas mais profundas do planeta. Essa tarefa é ao mesmo tempo perigosa e ousada, mas todos os vermelhos sabem desde do nascimento que tal esforço, serve para preparar o planeta Marte para as civilizações futuras, já que a Terra tem se tornado inabitável. 

Nesta sociedade em que Darrow vive, a população é separada por cores. Sendo que os vermelhos, são a base da pirâmide social criada pelo autor. A posição mais alta, são dos Ouro, que recebem os cargos políticos. Seguida pelos Pratas, Brancos, Cobre, Azul, Amarelo, Verde, Violeta, Laranja, Cinza, Marrom, Obsidiana, Rosa e por fim os Vermelhos. O fato do Darrow ser um Vermelho, significa que ele vive abaixo da subsolo, em péssimas condições de vida e por vezes, seu povo é sempre castigado pelos Cobres e Pratas, que gostam de mostrar sempre quem esta no comando. 


Darrow é casado com a jovem Eo, que diferente do rapaz - que já aceitou sua condição - vive revoltada com a  vida que os vermelhos levam e acredita muito em novas possibilidades. Um certo dia, Eo e Darrow acabam se arriscando e logo são pegos pelos guardas prateados. O castigo para eles são chibatadas em praça pública, mas o que deveria ser um castigo comum, ganha certa repercussão com a presença de ninguém menos do que o Arqui-Governador, um Ouro muito cruel. 

RESENHA: Eu Mereço Ser A Única #1

20 setembro 2016


Título: Eu Mereço Ser A Única - A Cidade Que Nunca Dorme #1
Autora: Anna Cms
Páginas: 180
Editora: Chiado
Nota: 5/5

Sinopse: Devan Flynt e Viviene Charpentier estavam, absolutamente, apaixonados. Trocavam juras sinceras de um amor, que sem dúvida, seria para sempre. Porém, ele terminou tudo com ela por telefone, sem dar qualquer explicação, desmanchando o noivado e cortando-a repentinamente de sua vida, para casar-se um mês depois com Savannah Melbrooke. Devan era um dos herdeiros de um grupo de empresas, sua paixão, no entanto, era a arquitetura, e aos trinta anos, construiu um casamento sólido, com sua amiga de infância, enquanto aguardava a chegada do bebê. Viv, uma jovem jornalista, que encontrou amparo e consolo na depressão, entre suas fiéis amigas, mas jamais conseguiu reerguer-se totalmente. Sete meses depois é chegado o momento de reunir forças e enfrentar Devan, a fim de cobrar uma explicação e deixá-lo saber do estrago feito em sua vida; antes de enterrar de vez essa história em seu passado, e dar uma chance ao jovem Collin Andrews. 


Para os amantes de romance e dramas, Eu Mereço Ser A Única é uma boa opção de leitura, pois nesta obra vamos encontrar um amor arrebatador e uma protagonista incrivelmente corajosa e que não desiste dos seus objetivos, além de grandes segredos que serão revelados. 

O livro conta a história de Viviene Charpentier, uma jornalista que trabalha na Dydime’s Magazine e Devan Flynt, um rico empresário. Devan e Viviene se apaixonam, ele logo pede sua mão em casamento, ela aceita e a felicidade de ambos só aumenta, ele faz juras de amá-la até morrer, mas certo dia ele termina tudo por telefone sem dar nenhuma explicação e um mês depois se casa com outra mulher. 


Meses após o doloroso término e sem entender porque ele terminou sem mais nem menos, Viviene contava com a ajuda de suas três melhores amigas, Jenny, Patricia e Ginger, para superar o fim do relacionamento. Viviene e Patricia trabalham juntas na Dydime’s Magazine e ficaram sabendo que Devan seria homenageado em um jantar e logo suas amigas deram a ideia de Viviene pedir para cobrir o jantar, pois sabiam que seria uma ótima oportunidade para ela perguntar a Devan o motivo do término. E assim ela fez, e depois de meses sem se ver, Viviane e Devan se encontram novamente e segredos são revelados, o que muda a vida de ambos.


Viviene... eu juro que vou amá-la até meu último segundo de vida.

RESENHA: O Coração da Esfinge - (Deuses do Egito #2)

19 setembro 2016


Título: O Coração da Esfinge - Deuses do Egito #2
Autora: Colleen Houck
Páginas: 300
Editora: Arqueiro
Nota: 4/5

Sinopse: Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar. Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez. Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.Nesta sequência de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.

Preciso dizer que essa resenha vem carregada de um suspiro, pois eu estava tão ansiosa para ler esse livro, que virei a noite imersa em mitologia e conhecendo muitos personagens, que aliás foram incrivelmente bem explorados pela autora. Confiram a resenha do livro O Coração da Esfinge, segundo volume da trilogia Deuses do Egito da - diva - Colleen Houck. 

Após os acontecimentos de O Despertar do Príncipe (resenha aqui), Lilly se vê obrigada a voltar a sua rotina, terminando o seu último ano letivo e escolhendo uma universidade. Embora ela esteja mais triste e sem perspectivas de rever Amon, a jovem acaba se tornando mais decisiva e até mesmo começa a contradizer os seus pais controladores. Prova disso, foi Lilly dizer que só iria para a universidade que eles queriam, caso deixassem ela passar um final de semana na fazenda da sua avó.

Ao chegar na fazenda, a jovem percebe o quanto esta melancólica. E conversa muito com a avó, até mesmo fala um pouco sobre Amon, mas não sobre as circunstâncias em que se conheceram. Acontece que embora o egípcio esteja longe, Lilly não consegue deixar de sonhar com ele e até mesmo sentir sua presença. 


Uma certa noite no entanto, ela recebe uma visita inesperada. Anúbis aparece em seu quarto e diz precisar da ajudar dela para salvar Amon e todo o Egito. Lilly não reluta em ajudar, mas aos poucos ela descobre que essa missão é mais perigosa do que ela imagina. A começar por ela precisar se tornar  uma Esfinge, fazer algumas viagens pela terra dos mortos e ainda enfrentar inimigos aterrorizantes. 

Novas Parcerias - 2016


Olá Pessoal,

Felizmente o Cá Entre Nós tem celebrado tantas parcerias maravilhosas, que resolvemos encurtar e fazer um post único, com o nosso resumo do final de Agosto até meados de Setembro. Apresento a vocês várias histórias emocionantes, em que ambos autores prometem impactar os leitores com suas magnificas obras.

Abaixo um pouco sobre cada autor e seus respectivos livros, em breve as resenhas estarão disponíveis aqui no site.

1. Ben Rogers - A Volta de Alice Ao País das Maravilhas


Meu nome é Ben Rogers. Ben quer dizer “filho” em hebraico, (germânico), quer dizer “famoso na lança”, ou “famoso na espada”; traduzindo numa linguagem figurativa, significa famoso na escrita, no falar.Sou especializado em Biossegurança e dou aulas de tecnologia educacional. Meu primeiro livro de Ficção é Contos Fantásticos, onde reuni três dos meus melhores contos infanto-juvenil. Publiquei em 2011 a sua 1ª edição e a 2ª edição em 2015. Meu segundo livro é de autoajuda “Aprendi muito com Nichyran – Uma lição de vida”. Uma história linda e emocionante. A vocação pela arte de escrever robusteceu-me fortemente aos meus 19 anos, quando comecei a estudar, de forma exagerada, literatura e a linguística na forma de escrita. Adorava disputar entre alguns amigos quem era capaz de dar continuidade a livros clássicos como A volta ao mundo em 80 dias, de Júlio Verne, e Alice no país das maravilhas, de Lewis Carroll, o qual estudei, elaborei e escrevi por quase sete anos a obra e dei uma continuidade (A Volta de Alice ao País das maravilhas. E Anos depois recriei o País das Maravilhas dando início a trilogia Guerra no País das maravilhas que terá sua primeira obra publicado no início de 2017).  

Sinopse: A Volta de Alice é o novo sucesso de Ben Rogers; sua escrita é de um jeito bem poético, saboroso e tem ganhado os corações dos jovens e adultos com suas incríveis reflexões e aventuras. Aqui você reflete com sabedoria, ri de coisas que nunca pensou e se emociona de verdade. Atreva-se a entrar no Reino de Copas e deixe a jovem Alice lhe encantar novamente.Nesta obra, Ben Rogers se inspira e aproveita boa parte da riqueza do clássico universal Alice no País das Maravilhas, tendo como fundamento o realismo mágico e o fantástico fazendo com que o mundo irreal se funda com o mundo real concreto. Alice, personagem protagonista da narrativa, revive as aventuras mais absurdas num espaço onírico. Nesse universo maravilhoso, os personagens que encontra são animais personificados, objetos com forma humana, cartas de baralhos com cabeça, mãos e pernas, enfim, são seres fantásticos que proporcionarão ao leitor uma excelente e prazerosa viagem no mundo da imaginação. 

2. Daniele Oliveira - Noite Sombria


Daniele Oliveira, paulistana fascinada pelo universo literário desde pequena. Sua paixão por livros tornou-a uma leitora voraz e escrever histórias, partilhando seus mundos imaginários, foi apenas consequência dessa paixão. Noite Sombria é seu livro de estreia. Daniele também possui novos projetos literários, como a publicação do conto Sangue e Cinzas na Antologia Demontale. Ambos pela editora Arwen.


Sinopse: Laura Cruz acabou de perder o emprego e o sonho de independência parece longe mais uma vez. Com a autoestima abalada, ela decide fazer uma tatuagem e sair para curtir uma noite com sua melhor amiga a fim de espairecer e pensar melhor em quais serão os seus próximos passos. O que não imaginava é que essas duas simples decisões poderiam mudar toda a sua vida. Um encontro inusitado a leva a descobrir que sua tatuagem não é um simples desenho, como ela acreditava, e sim o símbolo de uma raça antiga e extremamente poderosa. Marcada pela magia dos Vantaecs, Laura vê o mundo mudar diante de seus olhos e acaba ingressando numa aventura sobrenatural inimaginável. Sem saber exatamente qual o seu papel diante da sociedade da magia, ela se depara com uma série de assassinatos ritualísticos envolvendo disputa por poder, traições e muitos perigos. Não podendo confiar em ninguém e com a difícil responsabilidade de ser a última Vantaec, Laura terá que lutar com todas as suas forças para deter o mal. Ela descobrirá, em uma noite sombria, o quão poderosa pode ser.

NA TELA:The Idle Princess ou Surplus Princess

15 setembro 2016



Título: Surplus Princess (Idle Princess)
Gênero: Fantasia/Romance/Comédia/K-Drama
Produção:Canal tvN
Direção: Baek Seung Ryong
Elenco: Jo Bo-ah, On Joo-wan e outros.
Episódios: 10
Ano: 2014
Nota: 3.5/5


A série que é baseada em "A Pequena Sereia", de Hans Christian Andersen, se passa nos dias atuais em Seul - Coreia do Sul.

A décima oitava princesa, a sereia Eileen vive admirando o mundo humano, principalmente o chef Kwon Shi-Kyung que trabalha na empresa multinacional de alimento JH Food. Um belo dia, Eileen ao observar seu amado tem sua cauda confundida com um atum. Ele ao tentar fotografá-la cai (junto com seu celular) na água do rio Han e quase se afoga, não fosse a nossa querida sereia estar lá para salvá-lo e dar a ele um beijo inesquecível. A partir desse dia, Eileen busca uma forma de ficar com seu amado custe o que custar, mesmo que se tornar humana e não conquistá-lo signifique morrer em 100 dias.



A edição e efeitos visuais são característicos e imitam muito sketches de animes/mangas, assim sempre há um tom de comédia.


O figurino é às vezes muito acertado, como é o caso dos personagens da cidade e da própria Eileen/Kin Ha Ni e outras vezes, ridículo.





A série conecta perfeitamente as histórias: da sereia - que passa a se chamar Kim Ha Ni quando humana – e da casa compartilhada de jovens desempregados com quem passa a morar, além do cotidiano da JH Food onde o pretendente da sereia, o chef Shi Kyung, trabalha.


RESENHA: November 9

12 setembro 2016


Título: November 9
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 340
Editora: Atria Books
Idioma: Inglês
Nota: 4/5

Sinopse: Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?


Me encantei pela escrita da Colleen Hoover, desde que li a série Métrica. A partir de então, foi impossível não conferir cada trabalho dela e me surpreender com histórias tão emocionantes e que por vezes nos deixam refletindo sobre a vida e o amor, de uma forma incrivelmente profunda. Com November 9 não foi diferente. Adquiri o livro há um tempo na amazon e eis que finalmente consegui lhe dar à atenção devida.

Somos apresentados a história da Fallon O'Neil que teve 30% do seu corpo tomado por queimaduras, em um incêndio na casa do seu pai. Depois desse acontecimento, a jovem que era atriz, começou a se esconder de todos e a culpar severamente o seu pai Donovan por ter esquecido que ela estava em casa naquela noite. Sendo assim, o relacionamento deles a muito tempo vêm sendo conturbado e as coisas pioram de vez, quando Fallon resolve encontra-lo para almoçar e dizer que vai seguir com a sua carreira de atriz se mudando para Nova York.

O almoço que já começa com as advertência de Donovan, que diz que a filha não tem mais perfil para ser atriz, logo fica mais turbulento quando um estranho chamado Ben, aparece fingindo ser o namorado de Fallon e a defende severamente na frente do seu pai, que fica abismado por ver a filha com um acompanhante. Quando Donovan finalmente vai embora, Ben se apresenta a Fallon e diz que não pôde deixar de tentar ajudá-la e conhecendo esse estranho, que deu a ela alguns momentos de vitória, é que a jovem verá sua vida mudar.


Fallon e Ben acabam resolvendo fazer alguns passeios, já que ela vai embora pela madrugada. Ben se apresenta como escritor e é incrivelmente carismático, fazendo Fallon se sentir feliz e notada, algo que nunca havia acontecido desde do acidente. Já ela se vê criando um laço muito instantâneo com Ben e por isso ela resolve não se apegar muito, já que vai embora em poucas horas. A química entre os dois no entanto, é inegável. Eles conversam sobre livros, sobre a vida e tudo e nunca se sentiram tão completos. 

PARCERIA: Autora Sophia G. Paiva

08 setembro 2016


Olá Pessoal,

É com muita animação que anuncio nossa parceria com a autora Sophia G. Paiva. Ficamos imensamente honrados em ser escolhidos, meio a tantos outros excelentes blogs. A confiança depositada em nós e a apreciação do nosso material é muito gratificante. Prometemos fazer as melhores resenhas e trazer sempre opiniões sinceras da nossa experiência com os livros. 

A autora já tem várias obras publicadas e ficamos sabendo recentemente, que um livro novo está a caminho. Se você é fã de romances, venha suspirar com essas histórias que prometem conquistar os nossos corações. E não deixem de adicionar o livro ao skoob!
Sophia G. Paiva, pseudônimo usado pela dupla Aline Paiva e Patricia Gurjão. Nos conhecemos em 2014 pelo facebook e logo a amizade surgiu. O amor mútuo pelos livros fez com que decidíssemos começar a escrever nossos próprios livros. Temos Christina Lauren como inspiração para nossa carreira, apesar de não escrevermos livros com o mesmo gênero da dupla americana. Como autora independentes lançamos os livros Outra Vez, Outro Olhar e Outra Chance, que são da Série Recomeço, e também a Duologia Amor Real, além dos contos Promessa e Senhor das Palavras.
Série Recomeço 

Outra Vez - (Recomeço #1)

Sinopse: Emily Drake está perdida. O sonho que vivia transformou-se em pesadelo e seu felizes para sempre chegou ao fim. Ash Grant administrava um verdadeiro império. Sua vida era perfeita, mesmo sentindo que ainda faltava algo. Agora ele está de volta e tem a oportunidade única de obter o que tanto ansiou.Tudo poderia ser simples, mas torna-se cada vez mais complicado. Sentimentos são testados e segredos serão revelados.Outra Vez vai transportar você para uma história de amor e perdão, onde a entrega torna-se inevitável.

RESENHA: O Despertar do Príncipe - (Deuses do Egito #1)

05 setembro 2016


Título: O Despertar do Príncipe 
Autora: Colleen Houck
Páginas: 384
Editora: Arqueiro
Nota: 5/5

Sinopse: O despertar do príncipe é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia. Colleen Houck é autora de A maldição do tigre, série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil. “Os fãs de Rick Riordan vão se divertir com esta fantasia. Uma narrativa incrivelmente bem pesquisada com um ar de mistério e romance.” — School Library Journal Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem. Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos. A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth. Em O despertar do príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia.

Se com a Maldição do Tigre, Colleen Houck conquistou muitos corações, agora com a nova série Deuses do Egito ela vai encantar muitas pessoas. Com uma excelente ambientação, O Despertar do Príncipe é uma excelente proposta aos fãs de mitologia e romance, pois garanto a vocês que esta obra consegue trazer o melhor de dois gêneros em uma só história. 

O Vinho do Amor

ANTIGO POEMA EGÍPCIO DE AMOR

Ah! Quando minha dama chega
E com amor eu a enlaço
Tomo-a junto a meu coração pulsante
E a envolvo em meus braços;
Meu coração se enche de alegria divina
Pois eu sou dela e ela é minha.
Ah! Quando seus suaves abraços
Completam minha ternura,
Os perfumes da Arábia
Me ungem com sua doçura;
E, quando seus lábios estão aos meus colados,
O vinho dispenso, de tão embriagado.

O livro nos apresenta a história da Lilliana Young, ou somente Lilly. Uma jovem rica, que sempre teve tudo a disposição e está prestes a se formar no ensino médio, o que só traz mais pressão a jovem que é obrigada a escolher o curso e a instituição que os pais querem. Sem muitas alternativas, Lilly estuda e sempre comparece aos eventos e jantares que os pais pedem, mas o único lugar que ela consegue encontrar refúgio é o Museu Metropolitano de Arte.

" — A Eternidade é um tempo longo demais para não se ter alguma coisa para lembrar."


Lá ela sempre consegue se concentrar e pensar um pouco a respeito da própria vida. E é justamente quando vai até a sessão do Egito Antigo - que está em reforma - para estudar, que Lilly leva o maior susto da vida dela. Uma múmia sai do seu sarcófago e diz ter uma missão para salvar o povo do Egito. A jovem que acha tudo uma grande piada, acaba saindo as pressas do local e deixando a múmia sozinha, que aliás, se apresenta como Amon, um homem forte e alto, que parece exalar uma energia inebriante, além de ser dono de uma beleza digna das passarelas.


Pensando ter se livrado do rapaz, Lilly almoça com algumas amigas, mas para sua surpresa Amon que diz ter saído do sarcófago  acaba sendo atropelado e embora apresente vários ferimentos, se levanta normalmente e começa a caminhar até ela. A jovem logo sente uma certa empatia por ele e resolve ajuda-lo.


RESENHA: Filhos da Lua - O Legado #1


Título: Filhos da Lua - O Legado
Autora: Marcella Rossetti
Editora: Avec
Páginas: 488
Avaliação: 4/5

Sinopse: Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós? Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário o nosso país. A autora apresenta uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.

Antes de começar esta resenha, quero parabenizar a autora Marcella Rossetti pela sua escrita incrível. Mesmo não sendo um fã assíduo do tema, fiquei preso na leitura de uma maneira que somente um bom autor consegue fazer com os  seus leitores. 


Vamos a resenha. Filhos da Lua, conta a história de Bianca, uma adolescente de dezesseis anos aparentemente normal que acabou de chegar em Santos com a sua irmã super-protetora, Laura. 



Bianca tem fortes ataques de sonambulismo, por conta disso, e devido ao trabalho de Laura, ambas vivem mudando de cidade. Laura acredita que as mudanças ajudam a irmã a combater o sonambulismo.  


"Não amamos o que queremos, mas o que não escolhemos".

Na nova cidade onde passará a morar, Bianca faz novas amizades, algumas delas, como Lucas, Vitor e Rafaela, possuem um ar de mistério. Ao mesmo tempo em que são cativantes e interessantes. A autora trabalhou bem nas características destes e dos outros personagens. 

GAMES : Análise completa do Outlast + DLC Whistleblower

01 setembro 2016



Títulos: Outlast + DLC Whistleblower

Produtora: Red Barrels Games.
Distribuidora: Red Barrels Games.
Lançamentos: Jogo base : 4 de setembro de 2013 para PC
4 de fevereiro de 2014 para PS4
19 de junho de 2014 para Xbox One.  
DLC Whistleblower : 6 de maio 2014 para PC e PS4
19 de junho de 2014 para Xbox One
Gênero: Terror / Suvival Horror
Plataforma usada : PC
Número de jogadores: Um jogador
Nota: 3.5/5


Quem não sentiu medo com Outlast é porque ainda não jogou. Outlast é um game de terror com elementos stealth e tem como foco a fuga e exploração de um hospital psiquiátrico. Outlast lembra um pouco jogos e filmes famosos, como R.E.C Amnesia: The Dark Descent, Fatal Frame, porém aqui não existe o fenômeno paranormal, apenas a loucura e carnificina.






PARCERIA: Autora Isis L. M. J.


Olá Pessoal,

Nós aqui do Cá Entre Nós estamos muito satisfeitos, em apresentar mais uma parceria para vocês. Desta vez a obra se chama "O Filho da Natureza" e é um trabalho da autora, Isis Luiza, que gentilmente nos cedeu o exemplar para resenha.  Já adianto que os fãs de jogos vorazes, divergente, dentre outras histórias distópicas, vão se divertir muito com esse livro, que promete impactar os amantes do gênero. 

O livro físico encontra-se em pré-venda no site da editora Arwen. E todos que adquirirem o livro neste período, vão ganhar um brinde muito fofo, além do desconto.  Vou deixar os links abaixo para vocês e em breve retorno com mais informações.

Confiram um pouco mais sobre a história e a autora: 

A OBRA

Sinopse: Em um passado não muito distante, a natureza decidiu varrer a humanidade da face da terra e assim deu-se início a um período de horror e devastação. Porém, uma pequena parcela da população sobreviveu, mostrando que não iriam desistir tão fácil. Adaptando-se ao ambiente que se tornou radioativo, os humanos lutam pela sua sobrevivência, rendendo-se a um governo opressor que se formou a fim de restaurar a ordem, mas será que em meio ao caos é possível se ter ordem?Um grupo “rebelde” acredita que não e eles são conhecidos como Os Filhos da Natureza. Sam, um garoto aparentemente normal, que vivia na Aldeia apenas como mais um trabalhador humilde a lutar pela sua sobrevivência, descobre coisas inacreditáveis ao receber uma missão de seu pai. Tais coisas podem mudar o futuro de toda a Nova Era. Será que ele vai conseguir dominar aquilo que está dentro de si? Será que Sam é um verdadeiro Filho da Natureza? Aventure-se por estas páginas e descubra junto com Sam que, para superar desafios, é preciso lutar e ser persistente.