RESENHA: Arcanista

21 dezembro 2016


Título: Arcanista - Trilogia Vera Cruz #1
Autor: Joe de Lima 
Páginas: 288
Editora: Independente
Nota: 3/5


Sinopse: Marcel Seeder é um tímido rapaz de 16 anos que vive em Vera Cruz, uma nação dividida pelo jogo de poder entre o governo, o exército independente chamado Arcanum e a sombra do grupo ecoterrorista Voz Verde. Marcel se preparou desde a infância para uma carreira militar como arcanista, seguindo os passos de seu pai. Entretanto, a visita oficial do Regente-Geral e de sua família à Arcanum irá deflagrar um terrível incidente. Para enfrentar a conspiração que busca assassinar Camilla Noble, a filha mais velha do Regente, Marcel precisará superar suas limitações e dominar a gema incrustada em sua mão.Com uma narrativa cinematográfica, Arcanista é mais que uma história de superação e sobrevivência. É a história de pessoas que tentam encontrar seu lugar em uma sociedade com um complexo cenário político e um colossal abismo social que separa a elite e a classe menos favorecida.


Hoje, falaremos a respeito da obra do autor brasileiro Joe de Lima. 

O livro fala sobre a vida de Marcel, um jovem que sonha em entrar para a Arcanum: o exército criado depois do fim de uma guerra nuclear que foi chamada de Guerra Absoluta. 

Os arcanistas, juntamente com a Guarda Nacional, protegem Vera Cruz, a nação onde se passa a história. Estes soldados possuem habilidades especiais, tais como superforça, controlar o gelo, poderes telecinéticos, entre outros. Tais habilidades são adquiridos através das gemas: gases encontrados no centro da terra que mais tarde viriam a ser condensados para serem manipulados pelos humanos. 


Quase a metade do livro fala sobre a vida de Marcel no Instituto Beta, uma escola que prepara os seus alunos para ingressar na Arcanum. No instituto, ocorrem uma série de provas, como luta corporal e corrida de obstáculos. 


Após a formatura, Marcel e seus amigos precisam defender a nação contra as investidas da organização terrorista chamada de Voz Verde. O Voz Verde é contra o uso do Mana, a fonte de energia extraída da terra usada pela nação Vera Cruz.  

"Aquilo que chamam de usinas de mana, eu chamo de sanguessugas, vermes quedrenam a vida do planeta!"
Joe criou uma história envolvente. As explicações citadas em seu mundo são fáceis de entender, algumas, como o uso das gemas, por exemplo, trouxeram avante a tropa dos Lanternas Verdes. 


Arcanista peca na falta de detalhes dos personagens. Os mesmos são bem vagos, não possuem tanta personalidade como eu gostaria que tivessem. Marcel, é o que mais possui características próprias, a perseverança é a que mais se sobressai. 

"A gema é uma arma da mente, sua munição é a força de vontade do usuário." 
O livro possui alguns erros de português, mas, isto nada impede a compreensão da leitura, que eu aconselho para todos os amantes de ficção científica. Vale a pena. A capa, possivelmente trata-se de Marcel, vestindo o uniforme da Arcanum, o que aparenta ser um sobretudo de couro com o emblema do exército no ombro. A capa, por si só, deixa um ar de mistério, e nos dá vontade de ler o livro na mesma hora.  

16 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse título, apesar de já conhecer o autor. De qualquer maneira, adorei poder conferir suas impressões a respeito. Acho que eu poderia gostar dessa história, especialmente porque é um genero que eu gosto e os elementos me deixaram um pouco intrigada sobre o desenvolvimento sabe.. Quando leio sobre ficção científica já começo a imaginar muito a respeito da ambientação... sobre os erros de português é uma pena :(
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Wallace.
    Mesmo que eu acredite que a jornada de Marcel é bastante interessante, esse não um gênero que eu goste de ler.
    Que bom que, no geral, a história é envolvente, certamente agradará muito os fãs do gênero.
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  3. hi baby, tudo bem? é tão bom ver autores brasileiros criando obras inovadoras, ainda não conhecia esse livro e apesar de não ser super fã do gênero achei a premissa bem interessante! vou dar uma chance!

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oie particularmente não gosto de ficção científica, e isso aliado a personagens criaods sem muitos detalhes, que gosto muito e a errinhos de português não faz com que eu me atraia para a obra, mas valeu a dica.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Apesar de tantos pontos positivos, deixo a leitura de lado, porque não curto livros assim. Sou fã de romances e sei lá só curto ler esse gênero. Mas sua resenha é bem estruturada e gostei!

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Um colaborador do blog irá ler essa obra e trazer as impressões. Uma pena o autor não se aprofundar nos detalhes, por mais que haja pontos positivos isso muda o enredo completamente, porque a complexidade de uma obra está justamente no aprofundamento de suas personagens.
    Sua resenha me motiva a ler o livro, mesmo sabendo que irei me deparar com erros de revisão.
    Beijos,
    Amanda M.

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bom? Gostei da resenha!! Acho a premissa do livro interessante, mas quando leio uma obra eu gosto de me envolver com os personagens, entende-los bem, e se não são bem construídos eu acabo perdendo um pouco de interesse pela leitura... De qualquer forma eu quero ler esse livro um dia, pois a sinopse é realmente instigante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tudo bem por aí?

    Olha, eu não conhecia o autor e nem a obra, mas é sempre bom conhecer novos autores brasileiros, pois eu adoro valorizar o que é nosso. A premissa chamou bastante a minha atenção e, apesar de você falar sobre a falta de detalhes sobre os personagens (isso é algo que eu considero muito importante), ainda assim, eu o leria. Parabéns pela resenha!

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu gostei da premissa do livro, essa coisa de exercito pós guerra e todos unidos pra proteger uma coisa em comum é legal, mas aí eu fui lendo sua resenha e vendo pequenos defeitos que para mim é essencial como a falta de detalhamento com os personagens e a falta de personalidade para eles e eu fui desanimando cada vez mais... Quem sabe um dia né?

    ResponderExcluir
  10. Olá Wallace,
    Gosto muito de livros com essa temática, mas achei bem ruim a falta de aprofundamento dos personagens, pois acho que livros nesse estilo, precisam de um aprofundamento grande. Acho que a ideia do autor era muito boa, mas talvez se ela fosse um pouco mais trabalhada e amadurecida, seria muito melhor.
    Vou anotar a dica, mas acho que não é uma leitura que farei tão cedo.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Só acho que este livro está me perseguindo...haha' deve ser a quarta resenha a respeito dele que eu leio em duas semanas! Eu não sou fã de ficção científica, mas estou bastante curiosa em relação à história, parece ser envolvente. Mas é uma pena que os personagens não tenham sido tão desenvolvidos quanto poderiam, e os erros também desanimam, né?
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Não conhecia a história, mas achei a premissa bem bacana. É uma pena que eu senti que faltou alguma coisa, um aprofundamento, os erros de português, infelizmente isso me incomoda bastante em uma leitura. No geral, se é envolvente já é um ponto positivo. Se eu tiver a oportunidade de lerei, lerei.:)

    Parabéns pela resenha e boas festas! <3

    ResponderExcluir
  13. Acho um pecado capital não se aprofundar nos personagens, isso é algo acaba dando um ponto super negativo ao livro. Agora o enredo em si, me chamou muita atenção, trazendo um personagem que podemos esperar muitas surpresas. Agora vejo que o autor precisaria fazer uma releitura de sua obra, fazendo com que ela ficasse mais aprofundada.

    ResponderExcluir
  14. Oi Wallace!
    Eu não conhecia o livro, mas a sinopse não me despertou muita curiosidade... E como você não achou um ótimo livro, acho que irei passar a dica dessa vez. Realmente personagens pouco construídos é muito chato e fica difícil de se apegar a eles.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/12/critica-animais-fantasticos-e-onde.html

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tinha visto esse livro antes e confesso que não é do gênero que costumo ler e não sou muito fã de trilogias também, logo não fiquei muito animada. Mas pela sua resenha parece ser uma boa obra, gostei de saber que é envolvente e as explicações são fáceis de entender, só é uma pena o autor ter pecado nos personagens.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Oie!!!
    Ainda não havia lido nenhuma resenha deste livto e gostei muito da sua, pois sem falar demais sintetizou bem a obra. PAra dizer a verdade o seu parágrafo inicial me deu uma visão geral da obra bem melhor que a sinopse original.
    Por sua descrição o autor deve ter se atido mais em descrever as interações que as personagens e os lugares, mas isto não impede do leitor de entender facilmente a obra o que é otimo! No momento estou me atendo às leituras da minha meta de 2017, mas sua dica foi anotada!
    Mil Bjinhos;)
    Elaine M. Escovedo
    Caminhando Entre Livros
    Http:// www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir