RESENHA: Sonata em Punk Rock

14 dezembro 2016


Titulo: Sonata em Punk Rock
Autora: Babi Dewet
Páginas: 300
Editora: Gutenberg
Nota: 4/5

Sinopse: Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos.No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar.Em um universo completamente diferente do que estava acostumada, repleto de notas, arpejos, partituras, instrumentos e disciplina, Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock’n’roll, mas sim toda a Cidade da Música.

A resenha de hoje trata-se um livro que me conquistou primeiramente pela capa, muito bem trabalhada e condizente com a história. O título também um bocado intrigante e a sinopse prometia fortes emoções, tudo isso com uma trilha sonora embalada pelo rock e também por músicas clássicas. Não resistindo, adquiri o meu exemplar e me diverti muito com esse livro, que tem uma pegada bem interessante.

Na história conhecemos Valentina, ou Tim como ela gosta de ser chamada. É uma jovem que sempre sonhou em fazer sucesso no mundo da música e o primeiro passo para isso, era exatamente a Academia Margareth Vilela, uma escola de música localizada no Rio de Janeiro e que dá excelentes oportunidades para seus formandos. O problema todo é que Tim não tem dinheiro suficiente para arcar com os estudos, já que sua mãe foi abandonada pelo pai e sustenta tudo sozinha.


Mas uma oportunidade acaba surgindo, quando o desaparecido pai de Tim retorna e para tentar recuperar os anos perdidos, resolve pagar os estudos dela e mesmo se sentindo mal com a situação, já que não queria depender do pai para nada, Tim acaba aceitando e resolve correr atrás do seu sonho, indo estudar em uma das maiores escolas de música. Chegando a Academia, fica localizada na "Cidade da Música", Tim percebe que as coisas não eram bem como ela pensava. Primeiro porque seu vicio sempre foi o rock'n'roll, mas na academia a maioria dos estudantes seguem as músicas clássicas, as quais Tim não tem nenhuma familiaridade e por isso acaba se sentindo um pouco deslocada. 

"Tudo era inspiração, até a garota irritante que ele não sabia de onde tinha saído".

A medida que ela vai passando os dias na Academia, acaba fazendo amizade com Sarah uma violinista muito talentosa e que tem uma banda juntamente com Pedro e Fernando, outras duas figuras bastante engraçadas. O foco da atenção da agora, acaba recaindo no entanto, sobre Kim, um coreano pianista, muito talentoso e também esnobe. Filho da diretora da Academia, ele parece não gostar de ninguém e após um incidente, Tim acaba ajudando Kim que fica muito constrangido e furioso com a situação.


Para piorar, Valentina precisa escolher um instrumento em sua grade de horários e acaba optando pelo piano, mesmo nunca tendo tocado um antes, o que acaba fazendo dela uma piada entre a turma e deixando a professora bem insatisfeita. Desesperada para aprender a tocar o instrumento, Tim não vê outra alternativa e acaba pedindo a Kim para ajuda-la, sobre o pretexto de não revelar nada do que ela viu para ninguém. E assim, a medida que a garota vai aprendendo a se envolver na música clássica, com os xingamentos e estresse de Kim, ela começa a vivenciar o universo de outra forma e também ver que Kim é mais humano do que ela esperava.

"O amor pela música sempre deveria ser maior do que a responsabilidade".

Com uma história bem engajada e divertida, Babi Dewet consegue nos prender totalmente nas aventuras de Tim, que é uma excelente protagonista. Adorei a auto estima da garota e também a persistência dela em seguir sua carreira musical, foi inspirador também acompanhar todos os capítulos ouvindo as músicas indicadas, que são de um excelente bom gosto. Kim é um jovem totalmente contraditório e diferente de tudo que já vi, a começar por ele ser muito fechado e ter oscilações de humor frequentemente e depois por eu não conseguir deixar de gostar dele e torcer fortemente para sua evolução. 


O ritmo do livro é bem chiclete já que não conseguimos deixar de lado a história, ansiosos pelas aventuras de Tim, que não desaponta. O romance no entanto, foi pouco trabalhado na minha opinião, já que em um dia eles se odiavam e no outro estavam se amando, foi  algo que me incomodou um pouco, mas como o livro faz parte de uma série, acredito que teremos um desenvolvimento melhor na próxima história. O desfecho é divertido e satisfatório, deixa um bom gancho para o próximo volume e nos resta esperar agora e ver o que a Tim ainda irá aprontar.

"A verdade é que quando se faz o que gosta, tudo começa a fazer sentido e a valer a pena".

O livro foi publicado pela Editora Gutenberg, que fez um excelente trabalho gráfico, tanto a diagramação como a capa estão de excelente qualidade. Encontrei pouquíssimos erros ortográficos e não foi nada que atrapalhasse a leitura. A recomendação fica para os fãs de histórias divertidas, ambientadas em uma escola e embaladas por excelentes músicas. 


Confiram a playlist do livro no Spotify

20 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente porque é a primeira resenha que leio dele. Já conheço a escrita da Babi e por isso estou bem empolgada para conferir também, sei que sua narrativa e desenvolvimento são ótimos e de um estilo que me agrada muito. A capa está linda, assim como a premissa não poderia ser mais instigante, também fiquei apaixonada demais pela playlist.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oiii!!
    Confesso que não conhecia esse livro ainda. É o tipo de história para se ler depois de uma boa ressaca literária. Fiquei interessada em saber que situação foi essa que a Tim pegou o Kim kkkk. Ela está certa em aceitar que o pai pague seus estudos, é o mínimo também. Pretendo ler mais para frente, como faz parte de uma serie, estou fugindo de series no momento rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chris,

      Exatamente, é um ótimo livro para ler depois de uma ressaca literária. Espero que você em breve possa ler também, garanto que não irá se arrepender!

      Abraços!

      Excluir
  3. Achei a capa do livro uma graça e toda essa abordagem musical é muito instigante para mim, que adoro música 24 horas por dia, então, somado a isso, a sua resenha conseguiu aumentar a minha vontade em conhecer o enredo.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Adorei a proposta do livro. E o fato de ser uma leitura divertida.
    Realmente é um pouco estranho quando os personagens se odeiam em um dia e no outro estão perdidamente apaixonados.
    A sua resenha despertou meu interesse. Quero ler em breve.

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Adorei a resenha!
    Achei a premissa super encantadora e gostei demais da personalidade da protagonista. O fato da narrativa ser chiclete me animou bastante....
    Quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Parece ser um livro encantador, leve e divertido!
    Assim que tiver uma oportunidade lerei com certeza!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Heey, tudo bem? Essa capa é mesmo encantadora! A premissa nem me atraiu tanto logo de cara, mas essa capa está sensacional e acho que iria ler só por conta dela! hahaha Amei sua resenha e adorei saber mais sobre essa narrativa! Nunca li nada da autora mas acho que começarei por esse aqui :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá.

    Eu não conhecia esse livro acredita? Mas achei ele tão bonitinho. Eu não daria nada para ele, mas adoro histórias divertidas e com boas protagonistas. Portanto, a sua dica veio na hora certa. Eu espero muito poder conferir depois e lê-lo! Parabéns pela resenha.

    bjs :)

    ResponderExcluir
  9. Olá. Não conhecia o livro, mas fiquei bem empolgada em conhecer após sua resenha. Eu amo livros com trilha sonora e ainda rock clássico que é bem difícil de vermos por aí. Gostei também do termo "chiclete". Parece bem propício para definir rsrs. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Olá. Não conhecia o livro, mas fiquei bem empolgada em conhecer após sua resenha. Eu amo livros com trilha sonora e ainda rock clássico que é bem difícil de vermos por aí. Gostei também do termo "chiclete". Parece bem propício para definir rsrs. Beijo

    ResponderExcluir
  11. olá Viviane,
    Na Bienal, quase comprei esse livro, pois achei a capa muito bonita, como você. Achei muito legal a personagem ter a auto estima alta, pois acho que isso é essencial para sermos felizes.
    Fiquei mega curiosa para saber o que acontece com a personagem e achei muito massa o ritmo da história ser chiclete.
    Vou super anotar essa dica.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Mesmo sabendo que o romance foi pouco trabalhado, algo que eu odeio, gostei de saber que é uma leitura envolvente. Adorei a premissa, nunca li nada da autora, então é muito bom ver elogios à obra, assim tenho certeza de que vou gostar da leitura.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  13. Olha, eu tenho uma sisma com esse livro. Eu nunca consigo me atrair por ele e a capa não me ajuda muito, não fui com a cara dela. A premissa não me agrada e eu acho que se desse uma chance para a leitura até que poderia achar legalzinha mas não acredito muito nisso. De qualquer maneira, eu gostei de conhecer a sua opinião sobre a obra e de ler os pontos que você mencionou.

    ResponderExcluir
  14. Oi Vivianne!

    Olha o livro mesmo sendo clichê parece ter uma temática jovem e atraente, além de uma mensagem, a de não desistir. Mesmo assim, ela é doida em escolher um instrumento que nunca tocou, rs, mas isso à parte espero que na sequência a autora trabalhe melhor a questão do romance e da amizade desses dois. ENfim, parece ser um livro leve e gostoso. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Adorei esse livro. Parece realmente ter uma história que nos conquista e nos faz ler até terminar o livro. Adorei essa capa e acho que combinou muito bem com a trama. Adorei mais essa sua dica e vou com certeza adicionar na minha lista de leituras.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá, apesar de estar fugindo de histórias assim, me encantei por este enredo chiclete. Ainda mais por ter indicações de m´sucias tão boas, que realmente nos fazem viajar enquanto lemos.
    Quero conhecer Tim, ver tudo que ela enfrenta para realizar seu sonho, é um tipo de romance que amo acompanhar.
    Foi bom ver suas impressões sobre o livro, e claro sempre com uma boa resenha.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Viviane!

    Já li várias resenhas, tanto positivas quanto negativas, sobre essa obra. Já adicionei ela à minha lista há um tempo e estou louca para tirar minhas próprias conclusões. Parabéns pela sua resenha, arrasou e ela está entre as minhas favoritas!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem? Estou precisando de uma leitura bem fofa mesmo e acho que esse livro vai ser uma boa pedida ainda mais por envolver música como tema. Amo!
    Pena que o romance não foi bem trabalhado mas isso não é impencilho para eu ler.
    Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e confesso que sua resenha me animou muito, ainda mais que o livro é leve e contagiante. Fiquei bem curiosa para conhecer mais dos personagens e da trama, estou precisando de um livro leve no momento e acredito que ele seria uma boa pedida. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir