RESENHA: Uma Chance Para Recomeçar

25 janeiro 2017

Título: Uma Chance Para Recomeçar
Autora: Diana Scarpine
Páginas:423
Editora: Pandorga
Nota: 5/5
Livro: Cortesia da autora
Sinopse: Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma das suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e deseja aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos precisam ser vencidos para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?Logo que iniciei a leitura desse livro, temia a carga emocional que iria encontrar, já que a sinopse por si só, nos faz pensar em um romance complicado e cheio de emoções. Eis que é exatamente isso que você vai encontrar neste enredo, mas há uma certa calmaria que segue essa história, tornando impossível se desgrudar das páginas e nos fazendo ansiar cada vez mais pelo próximo capítulo. 
Avaliação:

Em "Uma Chance Para Recomeçar" conhecemos a história de Carina, uma jovem de beleza mediana, que não se importa tanto com a sua aparência, já que possui uma inteligência acima da média e passa todo o seu tempo imersa em trabalho. Carina comanda uma rede de supermercados da família e por isso quase sempre vive sob muito estresse, assim ela resolve tirar férias, mas uma surpresa desagradável acaba frustrando os seus planos de relaxar. 

Em uma manhã, Carina acorda com o rosto parcialmente deformado. O motivo? Uma paralisia facial, que acaba tornando dificultoso para ela comer, falar e até mesmo se apresentar perante as pessoas. Temendo ficar com o rosto deformado para sempre, ela volta para casa e logo que se consulta com o médico, descobre que precisará fazer fisioterapia e claro, diminuir a carga de estresse, um dos principais motivos para a paralisia facial. 


Sem muitas alternativas, Carina tira uma licença do trabalho e começa a fazer suas sessões na clínica. A medida que os dias passam, ela resolve fazer também uma sessão de massagem, temendo ficar muito estressada. Ela logo marca um horário  e acaba se surpreendendo ao conhecer Aurélio, um massoterapeuta que teve 50% do corpo queimado e que também é cego. 


"Eu estava sendo torturada por meus próprios devaneios e , ainda que eles não fossem tolos, eu sentia-me tola por não encontrar as respostas apropriadas para eles."

Carina logo sente uma atração imediata por Aurélio, que aliás possui mãos muito habilidosas. Mas o mesmo está sempre distante e em dado momento, começa a trata-la com hostilidade. O problema todo é que ele não se acha mais digno da vida, já que após um acidente em que perdeu toda a sua família, a visão e ainda sua boa aparência, acabou se tornando um homem amargo e contido. Mas a cada vez que Carina se aproxima ou quando fica longe demais, ele não consegue deixar de pensar nela e algo em Aurélio não deixa Carina desistir dele. 


Preciso dizer que os personagens dessa história, são incrivelmente cativantes. Carina é uma moça muito determinada, se sente solitária por ter uma família preconceituosa e por isso se mantém cada vez mais distante deles. Aurélio no entanto, é um homem tomado pela culpa do que aconteceu no passado, por vezes fiquei muito irritada com ele, que por não se achar merecedor da felicidade, tratou a Carina muito mal em diversos momentos do livro. Ainda assim, a relação que os dois vão construindo é carregada de emoções e de muita complexidade, ao mesmo tempo em que eu torcia pelo casal, me questionava se no lugar da Carina, eu já não teria desistido.

"Não há tormenta capaz de ocultar para sempre o Sol."

A história segue um ritmo muito fluído e também um pouco chiclete, já que logo que terminamos um capítulo fica impossível não seguir adiante. Por ser uma obra extensa, de 432 páginas, me surpreendi ao ler tudo em um único dia. O desfecho teve algumas reviravoltas e conseguiu me surpreender consideravelmente, eu temia que essa leitura fosse morosa, mas aconteceu totalmente o inverso. E quando eu achava que não tinha mais nada para acontecer, a autora acabou me deixando de boca aberta, além de ter trazido reflexões importantes sobre como devemos nos permitir ser felizes, saber perdoar e reservar um tempo para as relações humanas, que são capazes de transformar vidas. E que acima de tudo, precisamos encarar de frente qualquer dificuldade e fazer o possível para supera-la ou conviver com ela.


A obra nos foi cedida gentilmente pela autora, que tem meus sinceros cumprimentos por ter criado um romance único. A capa é bela e condizente, mas é a diagramação que me encantou. Não encontrei nenhum erro ortográfico no livro e o material gráfico da Editora Pandorga, possui uma excelente qualidade. O livro é um volume único, mas a autora já revelou que haverá um spin-off com alguns personagens mencionados nesta história, que aliás já me deixou bem empolgada. A recomendação fica para todos que gostem de um romance leve, impactante a sua forma, com lições valiosas em seu conteúdo e que mesmo ao final da leitura ainda consegue nos fazer refletir. 

"Nossas principais características não são suficientes para nos definir. O ser humano é muito mais complexo do que isso. É uma síntese mutante do todos os traços de seu caráter, combinada às suas experiências de vida."

18 comentários:

  1. Olá
    Eu nao conhecia esse titulo, mas fiquei bem interessada depois de ler seus comentários e a premissa parece ser ótima. Achei a capa bem bonita e fiquei bem curiosa quanto ao desenvolvimento, seja pela parte da ambientação quanto personagens, entre outras características. É um gênero que chama muito a minha atenção, um dos que eu leio com frequência na verdade, e pelo que pude compreender por aqui, os elementos são ótimos. Espero poder ler em breve, e obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. OI, Vivianne!
    Li ontem mesmo uma resenha sobre esse livro e vi que os protagonistas não se decidiam. Viviam em uma eterna briga. Pelo que parece Aurélio era o que mais criava caso. Infelizmente, não me encantou e não tenho vontade de ler o livro.
    Mas fico feliz que você tenha curtido apesar de alguns contratempos.
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Vivi,
    A autora me enviou esse livro, só esperando chegar agora. E eu não tinha lido nenhuma resenha dele até a sua e eu já sei que vou amar demais essa história. Tenho procurado livros que saim um pouco do típicos protagonistas perfeitos e esse é o segundo que vejo assim. Indico para você Como Tatuagem, do Walter Tierno, acho que você irá curtir, pois tem um estilo parecido só não fique logo com raiva do protagonista. rsrsrs
    Sua resenha mostra que a narrativa é bem envolvente e sendo chiclete já vi que em poucos dias vou realizar essa leitura. Mulher você me deixou mais ansiosa do que já estava para ler essa obra.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem? Bah eu não me dou bem com romances de tantas páginas assim, acabo sempre desistindo no meio ou achando que falta algo, mas esse me despertou o interesse por ser um livro diferente, o romance em si é diferente do que encontramos geralmente nos livros! Por isso acredito que futuramente eu irei realizar a leitura dele com certeza!
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Oiee, infelizmente não é um livro que me chamou a atenção, não gosto de personagens que brigam muito, ou no caso do mocinho que fica se afastando e tratando a mocinha mal.

    bjs jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ah que legal! Adoro histórias com problemas que encontram outras do mesmo jeito e os dois começam a se ajudar e etc e tal rs mesmo que no começo um deles queiram manter distância é aquela velha frase o amor supera tudo! Deve ser gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  7. oi, eu nunca tinha ouvido falar nesse livro mas gostei da premissa, duas pessoas afetadas pela vida que se encontram. Gostei de saber que o massoterapeuta é cego. eu sou cega e sempre gosto de ver como os autores criaram a deficiência de seus personagens e como ela foi abordada. fiquei com vontade de realizar essa leitura.

    ResponderExcluir
  8. Oie.

    tinha visto esse livro em outro blog e já tinha me interessado por ele. Gostei da premissa dele e tenho certeza que vou amar a leitura. Só preciso encontrar um tempinho para ler e também comprar o livro. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Eu já li umas duas resenhas sobre esse livro e eu fiquei muito curiosa, mas ao mesmo tempo receosa de lê-lo. Ele passa uma mensagem bacana, mas não tem nada de inovador sabe? E eu tenho buscado livros mais diferentes ou com a premissa mais inovadora mesmo. De qualquer forma, a dica está anotada. Quem sabe eu tenha a oportunidade de ler. :D

    bjs!

    ResponderExcluir
  10. Realmente este romance é único, e encontramos personagens que conseguem nos cativar. As mensagens trazidas plea autora é algo forte para o livro, já que ela foge dos clichês e busca mostrar o amor além da aparência. A premissa do livro é encantadora, quando o li tive as mesmas sensações que você.

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Estou começando a achar que esse livro está me perseguindo. Sério...haha' tenho visto tanta coisa a respeito dele ultimamente, e todo mundo anda falando tão bem da história que eu fico cada vez mais curiosa. Aah, um livro sem erros ♥ que saudades disso...hehe'
    Fico feliz que você tenha gostado tanto dos personagens e da obra em si, só conseguiu me deixar ainda MAIS curiosa *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  12. Nossa, o livro realmente parece ter uma historia linda,ja tinha lido algumas resenhas sobre ele maa a sua passou que ele tem um quê especial, gosto muito disso de mostrar que a beleza externa não é tudo

    ResponderExcluir
  13. Oieee...
    Nossa, confesso que fiquei meio tensa com a história da paralisia facial devido ao estresse. Fiquei meio preocupada com a possibilidade de acontecer comigo kkkk
    Ao mesmo tempo, a história de Aurélio me pareceu uma tragédia um pouco maior do que eu gostaria de suportar em um livro, pelo menos no momento atual.
    De qualquer forma, gostei muito das suas reflexões, e espero que algum dia eu esteja preparada para enfrentar a leitura desse livro, pois o enredo me interessou bastante!
    Um beijo!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu estou louca para ler esse livro, mas não gosto de livros que o mocinho vive brigando todo o tempo e tratando a mocinha mal. Apesar disso eu quero ler. Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Viviane, tudo bem?
    Eu comecei lendo a resenha e já fiquei meio triste pela personagem, mas quando chegou o Aurélio ele rompeu essa barreira. Eu no geral não curto esse tipo livro "chiclete", mas esses personagens me fizeram querer ler o livro.

    ResponderExcluir
  16. Oieee
    A história parece ser bem marcante, ainda mais com a historia de vida dele.
    Quero ver como vai se desenrolar esse relacionamento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu já tinha visto esse lançamento, mas não tinha lido resenha ou sinopse da obra. Não me interessei muito apesar de ter achado interessante a primeira parte que falou da estória, tipo até de falar de atração imediata eu estava bordo, depois perdi o interesse. Não gosto de livros nessa linha.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  18. É uma história fofa, mas como o próprio nome já diz tem superação e perdas. Acredito que o contato com o passado seja inevitável não é? Fiquei curiosa para saber se dá o relacionamento da Carina e do Aurélio! E mais ainda por ela não desistir dele.
    Fantástico!
    Beijos

    ResponderExcluir