RESENHA: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

26 março 2017

Título: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Autora: J.K Rowling
Páginas: 394
Editora: Rocco
Nota: 5/5
Sinopse: Durante 12 anos o forte de Azkaban guardou o prisioneiro Sirius Black, acusado de matar 13 pessoas e ser o principal ajudante de Voldemort, o Senhor das Trevas. Agora ele conseguiu escapar, deixando apenas uma pista: seu destino é a escola de Hogwarts, em busca de Harry Potter. Neste livro o leitor estará mais uma vez mergulhando no mundo mágico de Hogwarts e participando de aventuras repletas de imaginação, humor e emoção, que repetem o encantamento proporcionado pelos livros anteriores dessa maravilhosa série de J. K. Rowling.

Avaliação:

O mês de março está quase no fim, mas não deixei de realizar a leitura que era prioridade deste mês: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Como vocês já sabem, estou participando do projeto #10MesesComHarryPotter e tem sido muito gratificante realizar essa releitura, pois embora já conheça o rumo dos acontecimentos da história, com J.K Rowling é sempre possível se surpreender. Lembrando que ainda dá tempo de participar do projeto - cá entre nós os três primeiros livros são mais curtos - é só solicitarem a participação de vocês no grupo, lá além das discussões, você também encontra o cronograma completo para leitura.

O terceiro ano de Harry já começa bem turbulento, já que nas férias ele se envolve em uma briga com a irmã do Sr.Valter Dursley e por isso acaba saindo de casa, mais cedo do que o previsto. Ao se abrigar nas hospedagens do Caldeirão Furado, Harry acaba ficando a par de uma notícia um tanto quanto pertubadora: Sirius Black, um perigoso bruxo, acabou fugindo de Azkaban. De inicio Harry não entende muito bem o quão alarmante é essa noticia, mas mal sabe que ele o tal criminoso, pode ter um grande influência em sua vida e também no seu passado.


Ao retornar a Hogwarts, o clima é de tensão, com os Dementadores montando guarda nos territórios da escola, o que para Harry é uma péssima notícia, visto que o primeiro encontro com um deles no trem, não foi muito amigável. Para piorar, uma visita ao povoado de Hogsmade está marcada e Harry infelizmente não poderá ir, visto que os seus tios não quiseram assinar a autorização. No entanto, com uma ajudinha dos gêmeos Weasley e sua capa de invisibilidade, Harry acabará burlando as regras outra vez.


Os jogos de quadribol estão a todo vapor em Hogwarts, já que desta vez Olivio Wood - treinador a grifinória - não quer perder a taça das casas para Sonserina. Harry está totalmente empenhado no seu treino, mas quando a notícia de que Sirius Black pode ter entrado no castelo surge, as coisas começam a ficar ainda mais complicadas. Principalmente pelo fato de que, aparentemente, Black está querendo matar Harry e o mesmo fica impedido de deixar o prédio da escola, nem mesmo para visitar o seu amigo Hagrid.

"Os senhores, aluado, rabicho, almofadinhas e pontas apresentam seus cumprimentos ao professor Snape e pedem para que ele não meta seu nariz absurdamente grande no que não é chamado!"

Por falar no guarda-caças, temos um momento de bastante emoção para ele. Hagrid vira professor de Hogwarts, cargo muito merecido. No entanto, Draco Malfoy não pretende facilitar nada para ele e logo na primeira aula, após um incidente com o hipogrifo Bicuço, acaba machucando o braço e tornando a situação mais complicada do que ela realmente é. Consequentemente, Hagrid terá que participar de um julgamento, onde a vida do seu bichinho de estimação corre risco.


Eu preciso dizer que este é um dos livros que eu mais gosto da série, primeiramente pelas informações que o Harry começa a obter sobre o seu passado. O garoto começará a entender como foi a vida dos seus pais, quem eram os seus amigos naquela época e também quais foram os fatos que propiciaram suas mortes. Além disso, temos as figuras dos dementadores, criaturas horrendas e que foram uma forma da autora apresentar a depressão para os leitores, algo digno de nota. As partidas de quadribol também merecem destaque, uma vez que temos bastantes jogos narrados nesse livro e é impossível não sentir toda a apreensão do time da Grifinória, em sua luta para conseguir vencer Sonserina. 

"As consequências de nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil".

Mais uma vez, ficar imersa nesse universo do Harry Potter foi muito agradável. Havia vários fatos do livro que eu não me recordava muito bem e também senti aquela familiar nostalgia, ao relembrar dos personagens tão querido por nós. Hermione passa por alguns momentos tensos nesse livro, visto que está fazendo mais matérias do que consegue lidar, além de brigar constantemente com Harry e Rony. Os dois garotos por sua vez, ficam empenhados no quadribol e também nas notícias sobre Sirius Black. Aliás, a aparição deste último, é o que torna esse livro tão único e um dos meus favoritos da saga.


A edição que eu li este mês, é um pouco mais antiga. Publicada como é de se esperar, pela Editora Rocco, que fez um belíssimo trabalho com todo o projeto gráfico do livro, incluindo a revisão ortográfica, que não apresenta nenhum erro. As páginas são branquinhas, o que não costuma me incomodar e a capa é mais antiga, confesso que gosto mais da ilustração das capas atuais, mas esta ainda assim possui o seu charme, por ser uma das primeiras edições. A recomendação de leitura fica para os fãs e também para aqueles que ainda não realizaram a leitura dessa saga fantástica, que acredite, vai te surpreender, mesmo que você já tenha visto os filmes. 

"- Você achaque os mortos que amamos realmente nos deixam? Você acha que não nos lembramos deles ainda mais claramente em momentos de grandes dificuldades? O seu pai vive em você, Harry, e se revela mais claramente quando você precisa dele".

15 comentários:

  1. O Prisioneiro de Azkaban é um dos meus favoritos da série. Por tudo que você citou e porque, a essa altura, quem lê já se sente mais familiarizado com os personagens e ambientes. Por isso, a gente sente todas as reviravoltas, puxadas de tapetes e encrencas que eles entram. Sem contar que foi o filme dirigido por um diretor que eu amo - Alfonso Cuáron - que me fez finalmente se divertir com a cinessérie (Chris Columbus só me fez passar raiva no cinema). Eu adoro o universo da JK Rowling e torço para que ela escreva mais ainda sobre outros personagens. A gente agradece e embarca na magia. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Harry Potter é muito docinho né? Esse foi o livro que me engajou na série, adorei Ascaban e todo o mistério envolvido, não é meu favorito da série, mas foi o que me fez amar Harry Potter.

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse livro 2x na minha adolescência. É o meu favorito ao lado de O Cálice de Fogo ♥ Amo muito essa série! Marcou minha adolescência incrivelmente.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  4. oie
    Adorei o post. E essas fotos :)
    Faz um tempão que não me deparava com uma resenha desse livro. Adorei relembrar.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu admiro muito HP, mas nunca lí nada nem vi os filmes. Simplesmente não me interesso pela história apesar do sucesso que faz. Mas de verdade eu tiro o chapéu para o público que os livros e filmes conquistaram. Isso é algo muito importante na vida de um escritor. Gostei da sua resenha. Sucesso!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  6. Oi, VIviane
    Acho que todos que releem HP sentem uma nostalgia mesmo, né? Eu entendo, apesar de nunca ter lido HP. Só vi os filmes até hoje, e não pretendo ler muito. Fico feliz que esse projeto esteja fazendo bem.

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu só li os dois primeiros livros da série ainda, e tinha visto os dois primeiros filmes, até que dia desses vi o terceiro filme e fiquei ainda mais apaixonada pela história. Sendo assim, especialmente após sua ótima resenha, quero muito ler logo esse terceiro volume, pois a história é emocionante.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Amo o universo de HP! Fico encantada como J.K foi perfeita a criação de todo o enredo e as conexões finais. Esse livro é um dos mais emocionantes da série, Harry amadurece bastante, amei sua resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente ainda não li nenhum livro HP. Mas sou louca para entrar nesse mundo incrível! Em breve lerei todos! Amei a resenha! Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu já li esse livro e para mim, é o melhor volume de toda a série. Adorei a guinada da história, assim como o amadurecimento dos personagens. Foi uma dos melhores para mim.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Eu não li HP ainda, mas sempre fico encantada para cada resenha que vejo para a obra eu percebo como as visões diferentes e isso deixa o universo mais incrivel. Gostei das fotos e da sua resenha!

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Não curto HP, mas acho legal você trazer uma resenha de um dos livros da série... Bacana o projeto, parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Heiii, tudo bem?
    Ai que saudade de Harry Potter, faz tempo que li e ler agora a resenha deu uma vontade de ler toda a serie de novo.
    Amo mto mesmo, ainda quero ir no parque deles e sei que vou morrer la hahaha.
    Adorei a resenha, mto bom relembrar.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. Oiee, estou com o segundo livro para ler, e ansiosa para continuar a série! parabéns pela resenha só me deixou com mais vontade ainda!

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Ainda não li nenhum dos livros desse bruxinho tão querido por tantos.
    Não sei porque, mas mesmo com tantos elogios ainda não me senti atraída para fazer as leituras de HP! Talvez por todo mundo comentar tanto, sei lá...
    Mas adorei que está participando do projeto e mesmo que já saiba o que vai acontecer ainda consegue ser surpreendida pela autora.
    Assisti ao filme e até que gostei bastante. Quem sabe no futuro eu leia e goste tanto quanto você.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir