PRIMEIRAS IMPRESSÕES: Lacrymosa

18 abril 2017

Título: Lacrymosa
Autora: Juliana Daglio
Páginas: 32 
Nota: 5/5 

Sinopse: O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha. Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.
Avaliação:

O livro se inicia com o prólogo, em que nos é apresentada a personagem principal da história na medida exata com que o leitor a deve conhecer. Não é uma descrição de suas características pessoais, e sim a descrição de sua partida da casa em que vive, deixando para trás a família que tanto ama. E assim pela narração deste fato, logo de cara, o leitor percebe que a protagonista construída por Juliana Daglio , é forte e a mesmo tempo sensível, decidida e de modo igual atormentada por uma vida marcada por visões da presença do mal constantes, fardo que carrega desde a infância e que a acompanham desde então. Agora adolescente precisou optar por assumir uma nova identidade e abandonar aqueles que ama, tudo para a proteção desses.


A escrita da autora é no mínimo minuciosamente pensada, pois construiu nesta obra trechos de frases cujas palavras se encaixam de modo maestral, gerando toda a atmosfera tensa e dramática que a personagem vive. Não fosse o enredo, tão bem escrito e trabalhado de modo a fazer o leitor se sentir dentro da história, Lacrymosa não seria uma trama digna de filmes como Sobrenatural e Invocação do Mal, do produtor James Wan. É sem dúvida uma mistura brilhante de enredo e modo de escrita que prende o leitor .

“Via as faces das pessoas distorcidas pelos demônios particulares em seus ombros. Ouvia os sussurros, sentia os cheiros pútridos. Passava por isso todos os dias desde que podia se lembrar. Uma criança atormentada, uma adolescente perturbada. Equação infalível”.

Com a nova identidade, se torna uma detetive na pacata cidade de Darkville, onde passou a ser reconhecida pela sua dureza e frieza e eficiência na atuação do cargo em que ocupa. Seu companheiro Axel, a respeita como profissional e no fundo nutre algum sentimento amoroso por Valery, que não podia se permitir gostar de alguém, considerando os traços sombrios que sua vida atormentada pelo mal carregava. 

“A verdade sobre mim tinha que permanecer submersa em todas as minhas camadas de expressões gélidas”.

Mais um dia de trabalho e atendendo uma diligência, a visita a uma casa põe Valery na presença de um velho conhecido, fazendo-a desenterrar um passado que ela buscou até o momento guardado, mas que agora insiste em voltar. Mas Valery tem que ajudar a garota e para isso contará com a ajuda do Padre, Chas, um exorcista poderoso. 

“Eu ia responder que deveríamos recuar para conversar longe dali, quando senti a presença obscura atrás de mim. Não era mais só uma sensação palpável. Havia uma respiração junto com ela, passos que produziam reverberações na madeira e o cheiro de podridão tornando-se tão intenso, como se um cadáver com mais de dez dias morto estivesse parado atrás de mim. É ele...”.

Por hoje é só pessoal, não quero que saibam detalhes da história que só você em sua leitura individual merece desfrutar, tirando suas próprias conclusões desta obra de arrepiar os cabelos da nuca e que me fez ter medo quando por algumas vezes me peguei lendo as cenas tarde da noite. Bom, para os amantes do gênero este será um livro brilhante, muito bem pensado e que pelo pouco que conheci tem tudo para se desenvolver e virar uma trama que ultrapassa 1 (um) livro escrito. Para os que não leem por medo ou por não gostarem, será um desafio, se você se permitir mergulhar no mundo de Valery e experimentar estar em cenas parecidas com o de um filme de suspense/terror que lida com a personificação do mal sob forma de demônios, sem dúvida uma das formas mais assustadoras pela qual este tipo de história pode se desenvolver.


Mas cuidado, a máxima da obra “O mal não resiste a uma porta destrancada”, está aí pra ser testada... Tirem sua próprias conclusões! HAHA, Até a próxima resenha...

13 comentários:

  1. Olá Thaisa, tudo bem?

    Esta é a segunda vez que me deparo com as primeiras impressões sobre o livro Lacrymosa e confesso que minha curiosidade está sendo cada vez mais aguçada, rs.

    Não sou lá muito fã do tema, confesso que tenho um certo medo, mas a curiosidade está me ganhando, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ta todo mundo fazendo primeiras impressões desse livro ou é impressão minha? Hahahahaha. Gostei da premissa, vou aguardar as resenhas!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá.

    Eu já li algumas resenhas sobre esse livro, mas é o tipo de leitura que não curto muito. Confesso que a autora se saiu muito bem, pois só leio avaliações positivas apesar do livro ter bem poucas páginas.
    Fico feliz que você tenha gostado!

    Beijos,
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
  4. Meninaaas, Vivi e Thaisa, muito feliz com a oportunidade que me deram lendo as primeiras páginas e abrindo espaço para essa resenha aqui no blog.
    Fiquei muito muito muito feliz que tenha gostado, Thaisa. Suas palavras me deram mais força e fiquei com uma vontade enorme de apressar essa publicação logo para poder saber o que vai achar do livro todo.
    Meu dia ficou ainda mais feliiiz! <3

    Obrigadaaaaaaaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, pelo pouco que li me encantei. Sem dúvida fará sucesso com os leitores apreciadores do gênero. Escrita muito bem pensada. Sucesso enorme pra você com a obra. PARABÉNS ;)

      Excluir
  5. Olá linda,

    Adoro a escrita da Ju *_*
    Esse título já me deixou bem instigada a querer a obra e depois de saber que tem mistério, ocultismo e um toque macabro fiquei mais curiosa do que já estava e espero que o lançamento seja o mais breve possível.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas estou bem curiosa para ler essa trama. Acredito que vou gostar muito da leitura, é uma trama bem diferente dos livros que estou acostumada a ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Oi, adorei essa premissa e só esses quotes já me deixaram arrepiada. Com certeza quero lembrar em breve, estarei aguardando o lançamento..bjs

    ResponderExcluir
  8. Oioi
    Nossa já estou começando a achar melhor parar de ler essas primeiras impressões, vocês estão me deixando tão curiosa, mas tão curiosa que estou ficando com medo de ler com expectativas lá na lua, aquele tipo de expectativa que só a estrema perfeição vai conseguir satisfazer.
    Ainda mais com você comparando com dois filmes que amo.
    Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  9. Ainda não consegui ler uma resenha inteira deste livro, mas todo mundo que está lendo, anda elogiando muito, então, estou curiosa pra saber se vou curtir também.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou com muita vontade de ler Lacrymosa pelos posts de primeiras impressões que tenho visto, parece que vai ser uma história bem dark, mas a protagonista já me cativou e estou curiosa para saber mais sobre ela.

    ResponderExcluir
  11. Olá!!!
    Sinceramente eu gostei do enredo do livro, porém eu sou uma medrosa de primeira qualidade e se eu resolvesse lê-lo teria que ser num dia ensolarado e de dia, pois se for a noite bye bye lindos sonhos noturnos.
    Espero logo ler onlivro apesar de está bem receosa.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Heiii, tudo bem?
    Gostei da premissa do livro e ainda nao tiha escutado falar de Lacrymosa.
    Achei a capa bem chamtiva, o que eu adoro.
    Legal as suas primeiras impressoes, aguardo a resenha completa depois.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir