RESENHA: Os Garotos Corvos

16 abril 2017

Título: Os Garotos Corvos - A Saga dos Corvos #1
Autora: Maggie Stiefvater
Páginas: 376
Editora: Verus
Nota: 4/5

Sinopse: Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca. Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco. Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza. De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante,­ em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.
Avaliação:

Há um tempo minha curiosidade por essa saga foi aumentando, a medida que li várias opiniões positivas e por isso resolvi tirar minhas próprias conclusões, iniciando a leitura do primeiro livro da série e dizer a vocês, qual foi a minha experiência com o livro. Já adianto que a obra possui um enredo diferente e inusitado, que nos cativa do inicio ao fim.

Blue é uma garota que tem uma família bem diferente, ela vive com a mãe e suas tias, sendo que todas elas possuem uma capacidade mediúnica. Diferente delas, Blue não tem nenhum contato com o plano astral, mas isso não a deixa de fora dos elementos sobrenaturais, pois sempre que está perto sua família alega que as sensações e visões ficam mais intensas. Além disso, Blue tem uma 'maldição' em sua vida, se ela beijar o amor da vida dela, ele morrerá. 


Em todas as vésperas do dia de São Marcos, Blue e a mãe vão para uma igreja abandonada, ver a passagem dos espíritos que vão morrer naquele ano. Blue não vê os espíritos, mas torna as visões mais claras para sua mãe. Mas neste ano em especial, algo diferente acontece. Blue acaba vendo um espírito e ele diz se chamar Gansey. 

"Acontece que ela não queria mesmo ver o futuro. O que ela queria era ver algo que ninguém mais pudesse ver, e talvez isso fosse pedir por mais magia do que havia no mundo".

Gansey na verdade é um garoto muito rico, que estuda na Academia Anglioby, um colégio interno para jovens prodígios e que possui um corvo como símbolo, daí o nome 'Garotos Corvos'. Gansey vive em torno de seus amigos: Adam, Ronan e Noah. Cada um desses rapazes possuem algo em peculiar, mas o que os une de verdade é uma grande busca por um Rei Adormecido e a existência de Linhas Ley. 


Em uma noite solitária em seu carro estragado, Gansey acaba ouvindo a voz de uma garota pelo rádio, perguntando o seu nome. Qual não é a surpresa dela, ao se deparar com a mesma jovem no Nino's - bar da cidade - e ela é justamente Blue. A partir daí, a história toma um rumo interessante, com Blue se unindo a causa dos garotos, ela só não esperava encontrar um grande mistério sobrenatural, uma revelação sobre um de seus novos amigos e a perspectiva de um futuro romance em sua vida.

"As vezes Gansey sentia como se sua vida fosse feita de uma dúzia de horas que ele nunca conseguiria esquecer".

Quando iniciei essa leitura, já tinha as expectativas altas pelos comentários a respeito da história e eis que me surpreendi muito ao viras as páginas e me deparar com um mistério único e muito bem explorado. O ponto alto do livro, fica com os personagens que são bem cativantes e possuem seus próprios 'demônios internos' o que os torna ainda mais incríveis, quando descobrimos toda uma teia de mistérios.


A narrativa do livro é de certa forma lenta, o que fez essa leitura se passar forma mais morosa nos primeiros capítulos, mas quando finalmente me acostumei com o enredo, o livro fluiu muito facilmente. De certa forma, a história une uma teoria científica  que acaba usando como base o mundo espiritual, o que por si só, foi uma grande faceta da autora. O livro nos enche de expectativas e termina de uma forma muito convincente, deixando um excelente gancho para o segundo volume.

"Algo a respeito de Gansey a fazia se sentir tão fortemente outra que era como se ela tivesse de proteger suas emoções".

A obra foi publicada pela Verus e eu realizei a leitura pelo Kindle Unlimited, o qual não tenho o que reclamar, a edição está muito boa, sem erros ortográficos, com uma diagramação simples e condizente. A recomendação fica para os fãs de fantasia e mistério, neste livro vocês vão encontrar uma história única, que nos instiga e consegue tirar o sono, é impossível parar de ler, uma vez que você inicie a leitura. 

"As pessoas gritam quando não têm palavras para sussurrar".

11 comentários:

  1. Olá
    Também tenho muita curiosidade com esse livro, e essa capas são sempre a primeira coisa a me chamar a atenção, são muito lindas. Depois essa parte sobrenatural que sempre me fascina, espero gostar bastante.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu tenho muita curiosidade de conhecer essa obra. Li muitas resenhas e em sua maioria fala sobre se acosar com a escrita no começo kkjk. A proposta da série é bem interessante. Acho as capas bem bonitas e chama mais ainda a atenção do leitor. Espero poder ler os livros em breve. Adorei atenção resenha e até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Heiii, tudo bem?
    Adoro esse tipo de história, me faz querer ler tudo de uma vez.
    Eu to louca pra ler a A Saga dos Corvos toda, ainda mais que todos os livros já foram publicados.
    Adorei conhecer mais do primeiro livro e ja fiquei curiosa com os personagens, quero saber mais e mais.
    Valeu pela dica, vou ler com certeza.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  4. Oi, Viviane
    Gosto de fantasia e tenho curiosidade em ler esse livro. Uma pena que seja série. Estou tão cansada de começar séries. Mas fico feliz que tenha gostado do enredo e até do desfecho. Espero que continue gostando do segundo.


    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eita que vida tensa essa da Blue, como assim não pode beijar o amor da sua vida? Tadinha!!
    Igual a você já ouvi falar mt desse livro, essa é a primeira resenha que leio que a leitura pode ser lenta. Fiquei curiosa para entender essa busca de Gansey e seus amigos.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  6. Oie! Acredita que só me atentei pra esta série com o lançamento do último livro? Bom saber que é algo diferenciado e intrigante, que pode me render bons momentos como leitora. Obrigada por me colocar para pensar! Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Oiee, já faz um tempinho que li, mas amei a escrita da autora e agora só falta ler o ultimo livro! é uma série ótima e que eu super recomendo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu adorei o inicio dessa série!
    Foi um livro que me envolveu demais, tanto que não conseguia aguentar a minha ansiedade para ler a continuação.
    Gostei bastante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Serei suspeita eternamente em falar de qualquer livro da Maggie Stiefvater ainda mais The Raven Boys. Essa história me marcou tanto, e me marca que não consigo não querer compará-la com o mercado de fantasia atualmente. Sim a leitura é bem lenta no início, mas é a escrita da autora que é assim. Ela explora bastante o tema, nos deixando no início bem confuso, mas a medida que digerimos as informações, tudo flui. Os personagens e seus demônios são as melhores coisas. Eles irão conectar-se de uma maneira que você simplesmente se apaixona. E NÃO, a autora consegue criar um grupo onde ninguém aparece ou se destaca demais, todos tem sua importância. Espero nos próximos livros bastante coisas surpreendentes e amar mais ainda a história. Apesar dos comentários, e divisão bem nítida de opiniões no último livro, a leitura de forma geral vale MUITO a pena para quem gosta do gênero. Acredite, depois de ler a conexão que a autora trouxe na narrativa, e as percepções únicas, você não irá querer ler mais nada. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Vi!
    Já tinha ouvido falar do livro, mas até agora não tinha visto nenhuma resenha e menina, me surpreendi com os pontos levantados por você. A história parece bem envolvente e por fantasia ser um dos meus gêneros preferidos, óbvio que vou querer ler.

    ResponderExcluir
  11. Oi!!
    Eu amo essa série, estou com o último livro na estante e logo vou ler, mas ao mesmo tempo estou adiando a despedida, adoro demais os personagens.
    Essa série tem uma história muito louca, mas que aos poucos vai fazendo sentindo conforme você vai lendo e conhecendo os personagens.
    Espero que você continue lendo a série.
    Beijão!

    ResponderExcluir