RESENHA: A Traidora do Trono

29 maio 2017

Título: A Traidora do Trono
Autora: Alwyn Hamilton
Páginas: 440
Editora: Seguinte
Nota: 4/5

Sinopse: Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade- a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam.

Avaliação:

Olá Pessoal,

Desculpem o sumiço, mas acabei precisando resolver alguns problemas pessoais e por isso me ausentei essas duas semanas do blog. No entanto, tem muita resenha boa para ser postada e por que não começar pelo segundo livro da autora Alwyn Hamilton, publicado aqui no Brasil, como 'A Traidora do Trono', que é também a tão esperada continuação de 'A Rebelde do Deserto'. Eu estava bem ansiosa para realizar essa leitura e eis que não me decepcionei, o livro soube me encantar do inicio ao fim.

A história começa com Amani um pouco revoltada, por Jim ter viajado em uma missão, enquanto ela estava inconsciente, após receber um tiro de bala perdida, no final do primeiro livro. No entanto, quando ela menos espera, Jim retorna de sua longa viagem e mesmo que seu coração diga que não deve perdoá-lo, algo em seu intimo a atrai como um imã para perto dele.


Ela só não contava que seria raptada por sua tia, que aliás ela havia acabado de resgatar de uma prisão. Esta se mostrou um lobo em pele de cordeiro e levou Amani para as mãos de quem ela menos esperava, o Sultim. No palácio, Amani é impedida de usar seus poderes de denji, uma vez que o governante mandou colocar algumas 'placas' de metal e cobre sob sua pele, com a ajuda de Tamid, seu ex amigo da Vila da Poeira e agora curandeiro do Sultão.


"Esse é problema dos intelectuais. Eles querem transformar o mundo, mas acham que dá para fazer isso sem derramar uma gosta de sangue".

Transtornada, Amani tenta fazer que sua estadia seja o mais proveitosa possível. Mesmo com o Sultão controlando cada seus passos, ela encontra uma figura inusitada do seu passado e através de algumas alianças, começa a descobrir o grande plano do Rei. Mas a medida que se embrenha cada vez mais no mundo desse vilão, Amani irá descobrir que há algo muito maior e inimaginável que poderá finalmente provocar uma grande guerra. Lutando contra algumas perdas e com o seu senso de justiça, ela precisará resgatar algumas amizades e ter muita coragem para mostrar quem realmente é a Bandida dos Olhos Azuis.


Confesso que o inicio do livro me desanimou um pouco, a história estava um pouco morosa e achei que iria acabar abandonando a leitura. Eis que me surpreendi muito, pois após algumas páginas toda a ação do livro retornou. Foi interessante ver como Amani foi esperta e soube obter informações por trás de uma teia de intrigas. O reencontro dela com Tamid, também foi bem interessante e vê-la reconhecendo os seus erros, tornou essa personagem ainda mais cativante. O desfecho é chocante, de um modo que nos faz ansiar pela continuação da história. 

"- Eu já sabia que estava encrencado desde aquele momento. Estava fugindo desesperado, sangrando no chão, e só conseguia pensar em te beijar, dane-se se nós dois fôssemos pegos".

A obra é publicada aqui no Brasil, pela Editora Seguinte, que aliás tem feito um excelente trabalho com as capas, estão maravilhosas. A diagramação é bela e condizente com o livro e estou bem ansiosa para o terceiro volume. A recomendação fica para aqueles que leram 'A Rebelde do Deserto' e se encantaram tanto quanto eu, com a destemida Amani. E aproveito para mencionar, que há boatos de Willow Smith comprou os direitos da obra e pretende fazer um filme com esse enredo magnifico, resta nos esperar para conferir se a produção vai atender as expectativas dos leitores.

" - Se o mundo fosse simples - o sultão disse, enquanto alisava o folheto na mesa -, poderíamos viver livres de potências estrangeiras, ser uma nação independente. Mas somos um país com amigos e inimigos em todas as fronteiras. (...)"

11 comentários:

  1. Eu tô com muito receio desse livro. Todo mundo já me falou coisas maravilhosas dele, mas como é uma continuação de um livro que eu gostei muito, tenho medo de acabar não sendo o que eu espero.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Vivi,
    Boa volta ao blog!!
    Gostei muito do livro e principalmente da capa, que está linda. Mapas também sempre agregam ao livro e eu já fiquei com vontade de ler, só porque tem mapa. rsrs
    A história também promete um enredo bacana e o fato de talvez virar um filme também acrescenta.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  3. Li o post meio por cima, porque tive medo de pegar spoilers. Ainda quero ler essa série!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Como ainda não conheço essa série para não correr o risco de spoilers eu li apenas o inicio e o final. Achei legal que existe a possibilidade de virar filme. Algumas história eu acho que combinam bem sendo adaptadas para a TV ou cinema.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Ainda não li o primeiro livro, então fiquei meio perdida nesse um pouco. É uma das leituras que quero realizar muito, mas estou a espera do último da série para iniciar, afinal sou leitora de fantasia. Que bom que apesar do inicio fraco, depois melhora. Gostei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. As capas dessa série realmente são lindas! A história parece bastante divertida de ler. Eu adoro fantasia, e esse livro inevitavelmente me lembrou dos seres fantásticos de As Mil e Uma Noites. Seria ótimo se realmente virasse um filme!
    Sentimentaligrafia

    ResponderExcluir
  7. Oi Viviane,
    Tenho muita vontade de ler os dois livros dessa série. Como a resenha é do segundo livro, não tem como não ter alguns spoilers do primeiro, mas nada que tirou a minha vontade de ler.
    A seguinte entá trazendo muito título bom.
    Beijos,
    André || Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem?
    Já estou de olho nessa duologia faz um tempo. Achei super interessante a premissa e sem falar que é um diferencial o fato de a história acontecer no oriente. Ler sua resenha me deixou com ainda mais vontade de ler essas obras.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu amei esse livro!! Ao contrário de você, não achei o começo moroso não. Fiquei mergulhada na leitura desde o começo. Só demorei um pouquinho para sentir um algo a mais que me fez amar tanto o primeiro.
    Mas aquele final foi mesmo chocante. Foi o que me levou a favoritar esse livro e amá-lo tanto quanto o primeiro. Não vejo a hora de ler o terceiro.
    Sobre essa adaptação para o cinema, eu espero sinceramente que seja mentira. Primeiro, porque adaptações normalmente já estragam os livros. Segundo que acho que seria mais um filme pago pelo Will Smith para satisfazer os caprichos dos filhos dele, no caso da Willow, sem comprometimento nenhum com a obra original.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e fico feliz de saber que você não desistiu do livro e acabou gostando da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Pode não ser uma leitura que me chame a atenção, mas eu babo por depois nessas capas desde o lançamento do primeiro, fico satisfeita em saber que gostou, e ver que foi sincera em sua resenha, aprecio por demais isso. Quem sabe se for mesmo para as telinhas eu não assista? rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie
    muito legal sua resenha e parece ser uma série bem instigante, apesar de não curtir muito esse gênero quem sabe eu não daria uma oportunidade quando estivesse buscando algo mais diferente

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir