PRIMEIRAS IMPRESSÕES: Master Freak - Iapsa

15 agosto 2017

Título: Master Freak
Autora: Iapsa 
Editora: Sekhmet
Páginas: 24
Pré-Venda: Compre Aqui
Sinopse: Após um acidente na fábrica onde trabalhava, Margot Küllon acaba sendo levada como escrava para um circo dos horrores moderno: um bordel de luxo onde todas as garotas têm alguma deformidade, e são forçadas a exibi-las no picadeiro para clientes que pagam fortunas para estar ali. Porém, algumas esquisitices são mais estranhas que outras: uma menina com múltiplos braços capaz de controlá-los e escondê-los dentro do corpo, super-força e habilidades físicas inimagináveis... E uma garota supostamente tele cinética, cujo nome e origem dos poderes todos desconhecem: a chamada Master Freak. Forçada a ser parte do freakshow e sem entender como tudo isso é possível, Margot precisa encontrar uma maneira de desvendar estes mistérios e escapar do bordel antes que seja tarde. O que ela não sabe é que fugir do freakshow será apenas o começo de uma aventura que mudará sua vida para sempre.

E ai pessoal, estamos de volta com mais uma coluna de “Primeiras Impressões” do livro da autora Iapsa, Master Freak, que é no mínimo um livro que traz uma temática diferente daqueles que você tem lido.

Uma garota com uma deformação nas costas, que passou a vida em um subúrbio se escondendo da sociedade e tentando sobreviver à sua maneira trabalhando em uma fábrica, que em um belo dia passa por um incêndio que deixa várias pessoas mortas. Nada demais, até que no meio dessa confusão de repente nossa protagonista se descobre na ala de um hospital que mostra em uma TV que ela está sendo procurada pela polícia, acusada de ter sido a causadora de tudo, mas o detalhe é que ela não se lembra como isto aconteceu. Para piorar, uma mulher chamada Elysia, a conduz até um lugar que parece ser um circo, onde Margot se depara com várias meninas que possuem entre si a semelhança de terem, cada uma a seu modo, uma característica atípica, em geral física, que as faz serem atraentes a um público que Margot até este ponto da história (2 capítulos lidos) desconhece, mas que ao que tudo indica, infelizmente, irá conhecer.

“O espaço ao meu redor é branco, iluminado e rodeado por uma cortina de cor tão neutra quanto. No entanto, é somente quando noto a cama de metal onde estou deitada, ao lado de uma bolsa de soro pendurada, que percebo que estou em uma enfermaria. Mas não é o hospital de Detroit. Estive lá poucas vezes, mas tenho certeza que não é aqui.”

O enredo dos dois capítulos lidos foi suficiente para me deixar curiosa sobre esta história. Nunca li um livro que tivesse este cenário e confesso que quero muito ler esta obra que, como eu já disse, se distancia de enredos mais tradicionais. A obra, pelo pouco que li, transita entre o drama e o suspense, mas com toda certeza que também se desenvolverá em torno de muita aventura e adrenalina, tudo isto pautado na ficção científica que deve ter sido a base para que a autora criasse as deformidades que cada uma das personagens carrega.

A escrita flui tranquilamente, não sendo um livro que o leitor precisa voltar nos parágrafos para entender do que se fala. Iapsa consegue sem deixar a riqueza de detalhes de lado, conduzir as palavras de modo que a leitura seja clara e completamente inteligível e ao mesmo tempo tenha em seu corpo as informações suficientes para que os leitores possam entender a obra sem ficarem cansados com o enredo.

“As filmagens do acidente na fábrica ecoam em minha cabeça, repetindo-se em uma mistura de minhas memórias embaçadas e o que vai ao ar na televisão que Elysia acabou de ligar. E, como ela afirmou, o repórter está mencionando meu nome ao lado de uma foto que tirei há alguns anos para poder trabalhar. A polícia de Detroit me considerou culpada por aquele acidente. Pior que isso, nas palavras que ouço saírem das caixas de som da televisão, eles mencionam que não foi um acidente; foi um assassinato de nada menos que cinquenta pessoas.”

Como muitos mistérios pairam no ar até o 2º capítulo, creio que é um livro que tem muita história pela frente, em seus 22 capítulos que possui ao todo. E ainda, há um epílogo que é no mínimo muito interessante. Como eu já disse em outras resenhas minhas neste blog, adoro me aventurar nos gêneros e espero realmente poder apreciar mais obras da Iapsa.

Então como o mistério do Freakshow não pode ser ainda revelado (e eu também realmente não o conheço pelo que li da obra), paro por aqui, não revelando nem mais um detalhe das primeiras páginas que li, para que você, possa sozinho tirar suas conclusões sobre este enredo carregado de suspense, mistério, drama e aventura que nossa protagonista irá trilhar... 

“— Meninas! — O chamado de Elysia ecoa pelo quarto improvisado me dando um calafrio na espinha. Só não maior que o que se espalha por meu corpo quando surgem, de trás das cortinas, pelo menos dez meninas pouco mais velhas que eu, cada uma com uma esquisitice diferente. Dou um passo para trás instintivamente; vejo uma tatuada até os olhos, outra magra como se jamais tivesse comido, outra que percebo ter três pernas…”

À autora desejo sucesso com a crítica do livro e declaro que foi um prazer ter a oportunidade de ler o início desta história, que espero ter, de modo igual, a oportunidade de conhecer em sua totalidade.

10 comentários:

  1. nossa amei sua resenha, você escreve muito bem, consegui transmitir o que quer para o "papel" me empresta esse "dom"

    ResponderExcluir
  2. Thaisa, não sou muito adepta desse tipo de leitura, mas com certeza as suas primeiras impressões me deixaram bem curiosa e acho até que daria uma chance para a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Oii Thaisa tudo bem?
    Que demais essa sua primeiras impressões menina, sei que seria uma ótima pedida e aguardo a sua resenha ansiosamente para ver se pretendo ler mesmo e essa cara está linda demais.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Fiquei muito interessada nessa história, pois tenho uma deficiência física que me deu uma escoliose grande que me pareceu mais ou menos o que a protagonista da história tem. Vou ficar de olho.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. olha, parece bom... até eu fiquei curiosa pra saber como esse enredo vai ser desenvolvido xD
    aguardo mais informações do livro...
    :D

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Sim parece fugir bem do tradicional enredos de ficção científicas e por isso adorei. Já podemos perceber mesmo o suspense e o drama e fiquei curiosa com o resto HAHAHA quando trará a resenha completa?! Ótimas palavras <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse livro e autora. A premissa é mesmo muito diferente de outros livro que eu tenha lido, mas, a princípio, não me atraiu muito.
    Fiquei feliz de saber que você gostou tanto dos primeiros capítulos e espero que a leitura continue agradável para você. Depois vou querer conferir a resenha completa, para ver se mudo de ideia e me interesso pelo livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que interessante!
    Nunca tinha visto essa obra e já amei sua proposta. Isso que dá ler resenhas incríveis. Já adicionei na minha lista de desejados. Incrível, novamente,incrível!!
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia esse livro e gostei da premissa, muito diferente do que temos no mundo literário e isso é algo bom. Fiquei curiosa com essa história ainda mais sendo que você leu somente dois capítulos e já está assim, adoro livros que já prendem no inicio e não fica aquela história maçante até finalmente algo te prender... anotei a dica e espero conferir!

    beijos!
    https://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não é muito o tipo de leitura que me atrai muito como leitura, mas parece ser um lindo interessante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir