RESENHA: O Segredo da Caveira de Cristal - Mallerey Cálgara

29 agosto 2017

Título: O Segredo da Caveira de Cristal #1
Autora: Mallerey Cálgara
Páginas: 321
Editora: Mundo Uno
Nota: 4/5
Livro: Cedido em parceria com a editora
Sinopse: Os habitantes de Heilland, cansados de décadas de guerra e fome, depositaram todas as suas esperanças no Rei Alphonsus, que governava com justiça e bondade. As esperanças cresceram com a notícia de que a Rainha Arápia estava grávida de gêmeos, embora muitos, no castelo, assegurassem que uma nova guerra estava sendo travada no ventre da soberana.Os gêmeos nasceram e, com o passar do tempo, Heilland compreendeu que havia um novo inimigo, ainda mais implacável: o sombrio futuro Rei. Dor, ódio, sangue, traição, passaram a fazer parte da rotina do castelo, restando ao mago Mongho e à futura Rainha Driadh a perigosa busca por respostas!
Avaliação:

Caros leitores, estamos de volta com uma narrativa de tirar o fôlego, em uma aventura repleta de magia, disputa de poder e ambições, com um cenário que lembra o Clássico e super conhecido livro “Game of Thrones” (Guerra dos Tronos). Não se trata de uma história tão profunda como o livro de George R. R. Martin, mas não perde nem um pouco em autenticidade e conteúdo o livro desta autora brasileira, Mallerey.

Após o reino de Malecs se tornar visível para os homens e durante anos ter sido cenário de revoltas de seu povo contra seus reis, um acordo fora selado, tendo cada rei aceitado limitar seu poder à seu território para que a paz fosse respeitada. Mas nem tudo dura para sempre não é mesmo? Depois desta fase 5 reinos se formaram em Malecs: Heilland, Drutdas, Menphis, Hurgans e Vúlcans, estando o reino de Heilland em uma localização central estratégica entre os reinos que compõem o território de Malecs. Este fato fez dessa região uma área protegida e após anos, o Rei Alphonsus governava com justiça e bondade. Sua esposa, a rainha Arápia, grávida de gêmeos tinha em seu ventre um daqueles que se tornaria o sucessor do trono. 

A gravidez complicada era já um indício de que o futuro poderia ser incerto quanto à paz que até aquele momento pairava sobre o Reino. Após o nascimento, a primeira criança nasceu forte e sadia, mas a segunda, diferente da primeira, era mais fraca e debilitada. Porém, para preocupação do Rei, possuíam, além de características físicas distintas, personalidades totalmente diferentes, ou seja, Sulco, o primogênito e Heian, cresciam e se inclinavam para lados totalmente distintos.

Assim, no dia de anunciar o sucessor do trono, o Rei Alphonsus sentiu que Sulco não deveria ser o novo rei, apesar de saber que Heian também não estava preparado para tanto, mesmo assim o Reino foi surpreendido, quando Heian foi anunciado como o escolhido.

E ai, curtiram pessoal? Esse breve relato da história é para que você possa aguçar a curiosidade de ler esta obra incrível, apesar de ser suspeita para falar, por que adoro o gênero. Mas se você não se interessa muito pela literatura que se remete à época de reinados e todos os elementos que compõem estas narrativas, aconselho que experimente o gênero começando por esta obra de Mallerey, justamente por que ela consegue passar ao leitor em uma narrativa clara e sem rodeios desnecessários todos os elementos essenciais para constituir o texto, sem fazer com que o suspense e a vontade de continuar a ler se acabem.

É sem dúvida uma ótima leitura, gostei muito da forma autêntica de Mallerey, que traz ao texto, uma nova língua, própria dos habitantes do reino, que por vezes aparece no texto e que a autora deixa a tradução no rodapé da página. Creio que histórias assim, repletas de magia e de uma ficção única, se tornam mais especiais quando há elementos reais que transportam os leitores para dentro do cenário. O emprego deste recurso do “dialeto” próprio pela autora enriqueceu seu texto a meu ver e gostei muito do resultado.


Então pessoal, recomendo, como já disse esta aventura que já tem inclusive continuação escrita e publicada pela autora (uhul vem ai a continuação da série) e que pretendo ler também e resenhar aqui no blog para que você que não se convenceu com esta resenha se sinta completamente convencido a ler após a resenha da segunda obra, O Segredo da Caveira de Cristal, parte 2. Por hoje é só e até a próxima...

QUOTES

"Suas suspeitas faziam mais sentido a cada evento. Para defender todos com quem se importava, só havia uma forma: se fortalecer o mais rápido possível. A visita à casa da bruxa ficaria para outro dia."

"Atormentado pelas ideias que fervilhavam dentro de si, causando choque entre a razão e os sentimentos, Sulco passou a planejar meticulosamente suas ações. O coração pulsou com força selvagem, ansiando por vingança."

"(...) Como pode o silêncio ser tão assustador e falar tão alto?"

"(...) O amor por uma pessoa deve incluir os corvos em seu telhado!"

2 comentários:

  1. Oi Viviane! Tudo bem?

    Adorei a resenha, me parece um livro que li recentemente.

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo Bem?!?! Eu achei essa capa sensacional ❤ é a história me parece bem intrigante.
    Adorei!
    Bjs

    ResponderExcluir