RESENHA : E Agora Meu Amor? - Mônica Craveiro

18 setembro 2017


Titulo: E Agora Meu Amor?
Autor: Mônica Craveiro
Paginas: 302
Editora: Independente
Nota 4/5

Sinopse: Uma viagem a Dubai com uma esticadinha nas ilhas Maldivas – férias! – era tudo que Nicholas queria. Ele e seu amigo Seth aguardavam ansiosamente por isso, mas o que Nick não esperava era que, em sua última noite naquele paraíso, tudo se transformasse em seu maior pesadelo, literalmente um inferno. Tendo a porta de seu quarto arrombada e vendo diante dele um homem totalmente transtornado e falando em uma língua que ele não compreendia, viu-se nu e com uma garota ao seu lado que olhava para a cena tão chocada quanto ele.E agora Nick volta para casa com seu amigo Seth, várias fotos da viagem e uma esposa.Convido vocês a embarcarem nessa viagem a descobrir como Nicholas arrumou um casamento quando fora apenas procurar descanso.

 Avaliação:
                 

Volteiiiiíi com mais uma resenha nacional. Gosto muito das histórias da Mônica e essa me deixou com um milhão de sensações.

Na história vamos conhecer o Nick,  e como as suas férias se tornaram um inferno. Pelo olhar do Nick,  acompanhamos a  última parada de suas férias,  ele vê na praia uma mulher, linda, que o deixa sem reação  Mas por um descuido ele acaba a perdendo de vista. Os dias passam e ele a  procura sem encontrá- la. Em sua última noite de férias, seu amigo Seth o convida para dar uma volta e assim apresentar uma amiga de sua ficante. Contrariado acaba aceitando e qual a sua  surpresa quando reconhece essa amiga como a mulher que ele procurou na ilha toda?




Sozinhos , ela conta que se chama Kali e estava fazendo dezoito anos naquele dia e eles acabam ficando, e ela entrega a sua virgindade para ele. Mas como nem tudo são flores, ele não se previne e com medo de deixar um filho naquela ilha , acaba pedindo para a Kali esperar ele comprar uma pílula do dia seguinte , mas ela se apavora e não quer esperar , nesse momento a porta se abre e o pai, e os seus irmãos entram ; não acreditando no que estão vendo , acabam agredindo os dois,(muito mais ela do que o Nick), ela é explusa da familia. Sua mãe,  com medo das punições das leis locais, intercede ao marido pela filha ,  e acaba obrigando os dois a se casarem , e assim ela também é obrigada a ir embora da ilha.



Pelo olhar da Kali,  ela descobre com a ajuda de um dos seus Irmãos,que é o único que a respeita e  ela ama demais , que seu pai arranjou um noivo e o mesmo era velho, viuvo e com filhos.  Temendo um casamento ruim ela só vê uma maneira de não se casar: perdendo a virgindade. Pois na lei deles, a mulher antes do casamento faz  teste, uma prova de que é pura, e ela não sendo mais , não se casará, sofrendo assim algumas consequências.  Ela vê em um turista estranho essa chance, pois o mesmo iria logo embora. Só não contava com a descoberta do pai e dos irmãos. Obrigada a se casar, num país completamente estranho, onde não vê como válido esse casamento, um marido que não liga pra ela , como será a vida desses dois a partir de agora em solo americano?


Esse é um livro onde nos mostra uma cultura completamente diferente. As mulheres indianas tem suas obrigações e deveres, e as leis para quem não segue são muito rígidas, no caso da Kali , por ter se entregado a um estranho, se não se casasse com ele , ela só serviria para ser prostituta. Completamente diferente das tradições que o Nick vive. Então o leitor tem que ter em mente essa cultura tão diferente da nossa.( Isso pode ser um ponto negativo para alguns leitores).

Uma história leve , com reviravoltas, mistérios,aceitação , apesar da personagem ser muito nova, mas na sua tradição ela é preparada desde cedo para ser uma boa esposa, então ela parece menina, mas está completamente pronta para viver um casamento.

Recomendo a leitura para quem gosta de romance, superação, amizade e uma pitada de mistério.

QUOTES
Coloquei minha boca sobre a dela e a envolvi. Mordi de leve seu lábio superior, o que fez com que ela abrisse lentamente a sua boca, e assim tive passagem para aprofundar o beijo que eu tanto desejava. Passei minha língua na sua, e ela retribuiu. Começamos a nos beijar com calma, nos conhecendo, nos entregando. Aos poucos o beijo se tornou intenso e forte. Colei seu corpo ao meu, e assim pude notar o quão pequena ela era.



A voz da Kali saía abafada em meio a outros sons. Eu não entendia o que estava acontecendo, não conseguia falar, nem me mexer. Olhava para o rosto da Kali, que estava coberto de lágrimas, essa foi a última imagem que vi, pois meus olhos se fecharam involuntariamente.


O olhar preocupado que ela demonstrava e sua atenção comigo me emocionaram. Mesmo ela tendo passado por tudo que passou, eu notava o quanto ela se preocupava comigo, e agora, sem sombra de dúvidas, eu via que encontrara a mulher que sempre buscara.

15 comentários:

  1. Oi, Lis. Que diferente! Eu já li uma série que se passava na índia e amei a forma como a autora abordou a cultura do país, foi maravilhoso. Gostei muito do tema até porque assisti um dorama bem parecido.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiii tudo bem?
    Que resenha maravilhosa menina, essa parece ser aqueles livros que nos encantam e nos fascinam só pela simplicidade do amor, com toda certeza futuramente eu adoraria ler, achei uma fofura os quotes.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?
    Nossa adoro saber mais sobre a cultura da índia e ficar sabendo com um bom romance? É maravilhoso, adorei a sua resenha e lerei em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Tudo?
    Não conhecia, parece ser uma história um pouco diferente mesmo principalmente por citar outro cultura e costumes. Só não entendi porque ela ficou com o outro se já tinha alguém,mas né? Gostei dessa capa, mas infelizmente acho que a história não me atraiu a ponto de eu querer o livro.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? A história parece ser muito boa, me deixou bem curiosa, porém não sei se iria conseguir ler por causa dessa parte da cultura, da mulher ser mandada e tudo mais... isso iria me incomodar, eu acho.

    Beijos,
    Duas Livreiras / SORTEIO de vários kits de livros

    ResponderExcluir
  6. Olá Lis,
    Não conhecia esse título, mas adorei conhecê-lo e, principalmente, saber que é nacional. Fiquei intrigada para saber como a autora retratou a cultura nesse livro. Pelo que percebi, a autora parece ter pesquisado demais e gostei disso.
    Esse livro parece acrescentar muito ao leitor e espero ler logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia o livro e até achei a capa bem bonitinha, mas a premissa não me atraiu para a leitura. Achei bem trama confusa, pelo menos fiquei com essa impressão quando terminei de ler a resenha.

    ResponderExcluir
  8. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro mas já fiquei animada para ler!! Eu adoro esse tipo de enredo e fiquei feliz por ver outra cultura sendo tratada também!! Dica anotadinha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Um livro trazendo sobre a cultura indiana, principalmente na nossa protagonista?! Já quero. Como amo romances, ver essa mistura de cultural com casal sempre foi uma das coisas que me deixa mais animada. Sua resenha está ótima. Dica mega anotada. Não conhecia a autora, e irei procurar saber mais sobre ela e suas outras obras.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Apesar de ser interessante esse ponto de vista, dessa abordagem de outra cultura, não leria esse livro, não gosto de ver mulheres sofrendo, ainda mais por causa de "tradições" e "cultura".

    ResponderExcluir
  11. A premissa é bem interessante. Tem tanta coisa pra ser explorada cultura indiana. Essas coisas de casamentos arranjados, virgindade, violência e as mulheres tendo que sofrer todas as consequências é bem triste.

    ResponderExcluir
  12. Oi Lis,
    Adorei a resenha e adorei conhecer o livro.A história me parece bem intrigante e fiquei curiosa para saber como ele arrumou essa esposa. Gostei também do fato de retratar outra cultura e seus costumes.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  13. Que história legal. Super leria. Concordo com você, o leitor precisa entender a cultura da menina e de seus familiares para não julgar, embora não entre em nossa cabeça essas barbaridades. Acho essas histórias assim tão fofinhas. Me lembrou a novela Sila que assisti em canal aberto. Sou uma boba. Já fiquei torcendo para esse casamento atrapalhado acabar em amor. <3 Nossas autoras arrasam, neh? A capa tá linda demais. Um beijo. Todo sucesso do mundo para o blog e para a autora.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Já fiquei curiosa para ler, gosto de livros nesse estilo e ele parece ser muito bom. Vou anotar a indicação e espero ter oportunidade em breve. super bjo

    ResponderExcluir
  15. Olá, Lis.
    Confesso que fiquei com pena da protagonista e ao mesmo tempo curiosa para saber como ela iria se acostumar a nova vida em um país diferente e casada. Adorei a dica, já está anotada!

    ResponderExcluir