RESENHA: Não Durma

01 novembro 2017

Título: Não Durma
Autora: Michelle Harrison
Páginas: 378
Editora: Bertrand Brasil
Nota: 4/5
Sinopse: Elliott, um garoto de 17 anos, não dorme bem desde o acidente que quase o matou. Às vezes, ele fica em um estágio meio adormecido, meio acordado e se vê cercado por silhuetas em movimento. Em outras, é ele quem se move, enquanto seu corpo permanece inerte na cama. Médicos dizem que a paralisia do sono e as experiências extracorpóreas são inofensivas - mas, para Elliott, elas são assustadoras. Determinado a descobrir o que está acontecendo, ele consegue um emprego em um museu conhecido por ser mal-assombrado. É onde conhece a enigmática Ophelia. À medida que os dois ficam mais próximos, Elliott se torna o foco de ainda mais atenção dos mortos. Certa noite, ao retornar de uma experiência extracorpórea, ele não encontra o próprio corpo. Alguma coisa está o ocupando, algo morto que quer viver de novo - e quer Ophelia também...

Avaliação:

Livros com uma boa dose de mistério e terror, sempre me garantiram excelentes leituras. E foi exatamente por ter uma sinopse, que compreende esses dois elementos, é que eu escolhi ler 'Não Durma' obra da autora Michelle Harrison, que promete nos levar ao mundo dos sonhos, de uma forma bem marcante e sombria.

Nesta história conhecemos Elliot, um jovem que foi atropelado e por alguns minutos esteve morto, mas logo conseguiu ser ressuscitado. Após esse evento em sua vida, ele tem tido problemas para dormir. Sempre que seu corpo relaxa o suficiente para sonhar, ele começa a se vê de pé e fora do seu corpo e quando isso não acontece, ele tem paralisia do sono, o que por si só torna a experiência bem traumatizante. 

O problema todo é que além dessas experiências desagradáveis, Eliott tende a ver a ex moradora de sua casa, uma jovem que se suicidou na banheira e insiste em aparecer para ele. E embora ele tenha visitado vários psicólogos e especialistas, nada parece explicar essa estranha experiência que ele vem tendo. E é exatamente por isso, que ele decide recorrer a outros meios para descobrir se realmente está ficando louco ou se está vendo fantasmas.


A primeira coisa que lhe vem a mente, é buscar por um local mal assombrado onde ele possa ter experiências com outros fantasmas. E eis que um anúncio no jornal, parece a oportunidade perfeita. Eliott se candidata a uma vaga em um museu, onde há diversas histórias de fantasmas, além disso, por ficar localizado em uma cidade próxima, dormir no trabalho será uma desculpa excelente para ele colocar seu plano em prática.

Ao conseguir o emprego, Eliott passa os primeiros dias em uma experiência bem divertida. Aprende a ser um guia, visita os diversos espaços do museu e também conhece Ophélia, uma jovem que parece de inicio não gostar dele, mas logo uma amizade e um possível romance começam a surgir. No entanto, Eliott começa a conseguir ter suas experiências fantasmagóricas enquanto apresenta um local do museu para um grupo de estudantes, após essa experiência estranha, ele aceita o trabalho de guia noturno que o museu oferece e é exatamente neste dia, que ele vai vivenciar um dos momentos mais aterrorizantes de sua vida.


Assustado, Eliott sabe agora que realmente tem um contato com o sobrenatural, resta agora ele saber o que fazer para se proteger e também para ajudar aquelas almas que parecem vagar e esperar por alguma salvação. Enquanto isso, o seu romance com Ophelia desponta, bem como alguns segredos sobre a vida dela, que podem colocar os dois em risco. 


Minhas expectativas estavam muito altas e ao realizar essa leitura, consegui me surpreender bastante com o desenrolar do enredo, além do fato de que várias partes dessa narrativa, conseguiram me proporcionar o familiar medo de ler um bom livro de terror e me deixar sedenta para descobrir esse mistério. Confesso que já tinha minhas suspeitas, quanto ao desfecho final da obra, mas isso não a tornou menos interessante, mesmo com um final previsível.


O livro é um trabalho da Editora Bertrand Brasil, que tem trazido muitas histórias interessantes e esta história com certeza, é uma excelente dica de leitura para os apreciadores do gênero. A capa é mística e condiz com a história, a edição está impecável, sem erros ortográficos e com diagramação simples. O livro consegue proporcionar exatamente o que promete em sua sinopse, ao aguçar nossa curiosidade e nos introduzir em uma excelente narrativa, que consegue nos transportar diretamente para as cenas de terror, em questão. 

QUOTES

"Talvez não sejam os eventos diários que deixem rastros. Talvez só os violentos".

"(...) Acreditamos que as vezes certos eventos, principalmente os traumáticos, deixam uma marca nas coisas e nos lugares. Ás vezes, essas marcas se manifestam através de um cheiro, um som ou uma sensação."

"A mente é uma coisa complicada - acabou dizendo. - Desde que o mundo é mundo, existem histórias de profetas prevendo coisas nos sonhos. Quem sabe o que é real e o que não é ?"

" - Qualquer coisa dá certo se você acredita. A mente é capaz de maravilhas, mas, ás vezes, precisa de alguma ajuda para encontrar o foco".

13 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, mas sua resenha me conquistou demais, com certeza irei ler, parece ser uma história super envolvente e cheia de mistérios. Adorei tua resenha e achei essa capa linda, hehe!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Bertrand Brasil vem arrasando sempre né.
    Gente que livro é esse?? JÁ QUERO, estou encantada com a premissa, com
    a capa, com sua resenha, com tudo ahaahha
    Me parece um livro beeem envolvente, e acho que para quem não tem costume de ler livros de terror é uma ótima iniciativa né? Esse eu topo ler. Arrasou na resenha Vivi.

    ResponderExcluir
  3. Tinha que ser da Bertrand! (amo)
    E amo terror de todos os gêneros rs e já vou procurar ver se tem e-book pra eu ler!
    Parabéns pela resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Nossa!!! Não sei nem direito o que comentar, rs. Lendo sua resenha já fiquei com um pouco de medo, imagina lendo o livro, rs. Achei a temática escolhida mega interessante e esse esquema da paralisia do sono, porém não sei se teria coragem de ler porque acredito muito nessas coisas (espiritismo) e não sei se conseguiria dormir direito de noite depois de ler, minha imaginação é bem fértil. Mas super curti a dica e se tomar coragem quero conhecer mais de perto.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Viviane, tem um bom tempo que não leio algo de terror, o que é uma pena, pois é um gênero que eu gosto. Gostei de conhecer um pouco mais deste livro e saber que suas expectativas mesmo que altas foram atendidas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Já quero ler menina, essa história me interessou bastante, adorei a sua resenha.
    Dica mais que anotada.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. A proposta do livro é muito interessante. Esse negócio de passar alguns minutos morto sempre é intrigante. É realmente um ótimo mote para desenvolver uma história. Vou anotar a dica para ler no futuro. Adoro um bom terror.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Adoro uma literatura sobrenatural. Contudo, já fiquei com medo até de ler sua resenha, pois tenho problemas para dormir e tenho sonhos lúcidos...rs... que medo!
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  9. Olá, a Bertrand Brasil é minha editora favorita! Ainda não conhecia esse livro, achei a capa bonita. Pela sua resenha, fiquei com vontade de ler para descobrir mais sobre a história do Eliott, achei a premissa interessantíssima.

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Eu achei o enredo bem interessante mas, sendo sincera, esse negócio de mexer com o sono e sonhos não dá certo para mim.
    Adorei a resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olha, eu ainda não conhecia esse livro e já fiquei completamente curiosa e interessada em realizar a leitura. Gostei muito de conhecer a obra através da tua resenha.

    ResponderExcluir
  12. Amigaaaa que dica maravilhosa menina, fiquei completamente apaixonada e querendo ler o quanto antes essa belezinha, sua resenha ficou ótima, por mais que não tenha sido 5 estrelas, eu adoraria ler e conhecer esse museu.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. olha, mesmo que o final pareça previsível, só pelo enredo eu já fiquei pirando aqui pra ler... adoro livros com essa atmosfera sombria, e ainda falando em paralisia do sono... nossa... preciso ler *--*
    bjs...

    ResponderExcluir