RESENHA : 100 POEMAS - CÉSAR BARROS

26 maio 2018

"O ser humano tem três grandes mestres:
Deus;a vida e as pessoas.
As lições das pessoas são necessárias.
As lições da vida são preciosas.
As lições de Deus são infalíveis ."
                                              (Os três Mestres, pág.35)

Título : 100 Poemas Destilando Versos
Autor : César Barros
Páginas : 181
Editora : Autografia
Nota : 5/5
**Livro cedido pela editora para resenha**

Sinopse: O dia a dia pode virar arte e foi o que fez César Barros: autor do livro 100 poemas, César produziu a obra reunindo seus profundos escritos; após publicar 100 pensamentos, que contemplou uma série de frases reflexivas, agora ele vem com novos sentimentos e olhares sobre a vida, em forma de poemas.
Transformando situações cotidianas e reflexões diárias em literatura, o autor traz a tona causos e momentos através das linhas do seu livro, desde situações amorosas a mais pessoais ou de fé. Seja falando de um amor entre uma tricolor e um flamenguista, das belezas da maternidade, ou de uma noite na praça, César Barros em 100 poemas arranca sorrisos e suspiros do leitor.
Avaliação



Olá
Quando a Vivianne me disse sobre esse livro para resenha não pensei duas vezes, pois amo e escrevo poemas (qualquer dia posto um aqui), e não me decepcionei com a leitura.
O autor nos mostra vários aspectos da vida, do nosso dia a dia, situações , e de uma forma tão gostosa,  que você pensa "é bem assim mesmo".

Mas a maior tristeza da pobre árvore 
Não é contra o ferro afiado que lhe corta,
Nem contra o lenhador que pancadas lhe dá;
Sua maior tristeza é olhar para o cabo do machado
E perceber que aquele pedaço de lenha
Um dia também fez parte de uma árvore
                                              (O Cabo do machado pág..149)

Foi uma ótima leitura, gosto de livros leves para ler entre uma história e outra, ou após um livro muito pesado e esse se encaixa direitinho, e muitos poemas me chamaram a atenção, e acabei marcando muitos eles (o que não costumo fazer), vamos  ler sobre a fé, amor, vida, amizade, dor...

À proporção que descia, dizia:
"A única saída é entregar por eles a minha vida"
Ao passo que afundava, cantava em lágrimas:
"Para que os outros possam viver, alguém tem que morrer."
                                     (Arquipélago dos Sentimentos, pág. 160)


Sei que poemas não agradam a todos os leitores , mas se você se der uma chance pode gostar muito.
E para amantes do gênero, é uma maravilhosa pedida.
Recomendo muito a leitura.

Na paradisíaca Acapulco, de Bolaños,um homem desempregado
Com quatorze meses de alugueis atrasados,
Com sua filha ,pode curtir férias.
Lá, também ,tem espaço pra um órfão se divertir.
Aqui, o núcleo de direitos mais básico é sonegado,
O que dirá do direito de se divertir.
                                              ( Vou Embora Daqui,pág. 92)
Bjus de luz.

10 comentários:

  1. Amo poemas :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Aprendi a gostar de poesia apenas na faculdade e, hoje, acho o gênero um bálsamo pra minha alma. Quando tô estressada, sempre releio os meus poemas preferidos ou procuro novos. Eu tô pra ler And still I rise, da Maya Angelou. Não conhecia este, porque acho que a poesia nacional ainda é muito, muito escondida. Tenho conhecido mais pelo Instagram, por exemplo. Conheci uma escritora que faz poesia lésbica, a coisa mais linda, mas por enquanto achei o livro muito caro </3
    O primeiro poema, nossa, achei muito forte e triste. Adorei a poesia do Cesar, porque parece muito profunda e in natura, sabe? Fiquei muito curiosa para ler o resto!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Jis

    Te confesso que não sou muito de poemas, não é um estilo de livros que me prensa e sempre que tento acabo me cansando, mas pra quem curte realmente a dica é boa e a edição parece ser uma graça.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Jis!
    Esse livro deve ser incrível, só pela quantidade de post it já deu pra perceber que a leitura tem muitas passagens reflexivas e que vale a pena reler.
    Não é meu gênero favorito mas gostei de conhecer suas impressões com essa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? De fato não sou o público alvo do livro, pois não curto ler poesias, mas com certeza será um prato cheio para quem curte. Pelo que vejo você gostou bastante <3 Ótima resenha e trechos escolhidos!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Jis, tudo bem?
    Que interessante! Não sabia da existência desse livro e já até sei pra quem vou indicar a leitura. Preciso ler mais poemas =/ é uma das minhas metas esse ano..
    Beijos

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Sempre gostei, amei poesia até me aventurei a escrever algumas, elas sempre tem uma história pra contar e formas de interpretar rs
    Já salvei aqui. Parabéns pela resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá não gosto de poemas acho que por causa que era obrigada a ler e escrever alguns no colégio. Mais vou deixar escrito vai que eu mude de ideia

    ResponderExcluir
  9. O livro parece mega bom, eu adoro poesias, pena não ter tempo ultimamente.

    ResponderExcluir
  10. Oie
    poxa, eu sou super desacostumada a ler poemas mas ultimamente tem batido uma vontade grande e gostei muito dessa dica, veio bem a calhar

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir