11 julho 2018

RESENHA : O DESTINO DO CEO - CAROL MOURA

"PREFIRA O CIANO"

Título : O Destino Do CEO
Autora : Carol Moura
Páginas : 402
Editora : Hope
Nota : 4/5
**E-book cedido pela editora**

Sinopse:Quem via o forte, imponente e misterioso CEO Dashier Colt não sabia o quanto ele era quebrado.
Aqueles que perceberam Quinn suspirando, cansada, toda molhada e sozinha enquanto via sua festa sendo arruinada pela chuva, não imaginavam o quanto ela era forte e obstinada.
Dash passou os últimos cinco anos de sua vida com dois objetivos: gerir sua empresa e obter a guarda de seu filho, o simpático e inocente Hazel. Para manter tudo em ordem, ele leva a privação como a sua filosofia de vida, até encontrar Quinn Miles, uma organizadora de eventos independente, cordial e linda como um doce cupcake decorado.
Quando Quinn coloca os olhos no misterioso homem bem-vestido e absurdamente lindo parado à sua frente, tudo o que ela enxerga é alguém desesperado pelo bem-estar do seu filho. Acostumada a não ligar para o que pensam dela e a pegar o que quer, ela se vê em uma relação conturbada e delicada.
A paixão pode não estar lá à primeira vista, mas a atração e o destino estão, com toda a certeza. Quinn e Dashier estão destinados a ficar juntos, mesmo com todas as dificuldades que espreitam sua relação.
Com milhões de leituras na Amazon, a história de Dashier e Quinn mostra um equilíbrio perfeito entre amor, cumplicidade, paixão e erotismo. Um romance diferente de tudo o que você já leu sobre CEO's.
Avaliação

O que fazer quando o medo nos domina? Quando nos julgamos indignos de amar e se deixar amar?
E quando o amor chega de um modo inesperado?
Para entender temos que voltar somente um pouco.

Dashier Colt no passado fez algumas escolhas, e assim como toda escolha,vieram consequências: uma delas foi montar uma empresa de games ,que prosperou muito nos anos seguintes o tornando um empresário muito bem sucedido e conhecido também por não sorrir.
O motivo? Uma escolha, que somente sua familia conhecia, escolhas erradas que tiveram consequências que deixaram cicatrizes que ele esconde em sua pose de CEO, mas que no fundo é um menino assustado.

Evitando tudo e todos que possam servir de gatilho, ele lutou para ter a guarda de seu filho de 5 anos, e ao conseguir, deu prioridade ao filho em tudo.
Mulheres não estavam nos planos
Mas Quinn chegou tão doce como um cupcake em sua vida, mostrando um sentimento que ele não compreendia pois nunca o sentiu.
O que fazer quando o medo de amar nos faz recuar, mas esse sentimento nunca fora tão certo?
Como expor nossas cicatrizes?

🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩🍩

Primeiro tenho que dar os parabéns a autora Carol Moura ,eu leio mas não curto histórias de CEO, pois sempre é a mesma coisa: ele rico e ela a necessitada, e não tem nada de Grey e Ana aqui, neste livro a mocinha é forte ,determinada e independente, e não a pobre coitada que não tem onde cair morta e é salva pelo "todo poderoso", e o CEO é uma fachada de força, que ao mesmo tempo, quando se vai conhecendo, você vai entendendo todas as razões dele ser assim, e já digo, não são fáceis.
Viver uma vida com um passado grudado nas nossas costas é terrível, principalmente quando você se convence de que é seu dever carrega-lo.

Mas também vemos que para tudo temos a pessoa e o momento certo, que dividir a carga e deixá-la pelo caminho é o certo, seguir em frente e deixa-lo para trás.
Facil? Não.
Confiar? Sim
Reaprender a viver? Com certeza.

Não podemos apagar o passado, ele nos molda para o futuro nos tornando pior ou melhor, mas esse CEO teve seu destino mudado por um garotinho de 5 anos e uma linda e doce rainha.

Li o livro em ebook e não encontrei erros. E o físico está na pré-venda pela Editorial Hope. Para adquirir seu exemplar clique aqui .

"Eles não conseguiam evitar. Amar um ao outro estava em seu destino."

Bjus de luz.

16 comentários:

  1. Tudo bem?
    Eu não consegui entrar nessa onda de Ceo.. De livros eróticos infelizmente.
    Até tentei algumas vezes.

    Gostei da parte que menciona que não podemos apagar o passado e que ele nos molda para o futuro.
    Costumo repetir isso para meus filhos direto. Engraçado, ler isso aqui.

    Não conheço a Editorial Hope. Novidade..
    Vou dar uma pesquisada.

    Apesar de não ser meu estilo de leitura, pude encontrar pontos interessantes na sua resenha.

    Vou pensar sobre.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Não leio livros do gênero, mas para quem curte essa leitura deve ser uma ótima pedida. Que bom que a trama não cai na mesmice dos livros do gênero. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Já tentei, mas não consegui me atrair pelo gênero; Até achei a proposta legal sobre ele ter uma empresa, um filho e ser responsável. Mas mão consegui me interessar pelo enredo =/ Mas gostei da sua resenha e deu pra sentir que vc realmente gostou da história =D

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Não é o meu tipo de livro, sabe? Tô bem saturada desse gênero e dessa narrativa tão repetitiva, apesar de você dizer que tem lá as suas positividades. Acho que é uma história fácil de ser escrita e lida e também por isso não me interessa. Tô num momento da vida que tenho precisado de mais, sabe? Quero narrativas mais desafiadoras e esta parece não ser o caso. Mas que bom que gostou, que bom que você viu coisas legais! :D

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jis.
    Eu gosto muito do gênero, mas me cansei um pouco de tanta coisa igual, fica tudo previsível e me irrita o tanto de CEOs por aí em livros eróticos. Mas eu achei a premissa desse até que bem diferente e pelo que você falou parece ser uma boa leitura. Eu o leria, sim, se tivesse a oportunidade!

    ResponderExcluir
  6. Olá, confesso que tbm tenho uma opinião parecida com o que espero de histórias com Ceo, mas fico feliz que neste livro o que se encontra é diferente e a autora soube trabalhar.. apesar de não ser um tipo de leitura que eu costumo fazer, gostei muito da dica!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  7. Adoro romances e so de saber que nossa mocinha é forte e não uma tonta qualquer já gostei.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Me fala que o CEO é um pobre disfarçado? hahahaha Se for eu leio isso!
    Gente pareceu tanto novela mexicana, no bom sentido rs, que eu super quero ler, vou por na lista aqui!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nada de CEO, mas vejo que infelizmente é algo que fica se repetindo até à exaustão. Fico feliz que esse tenha te agradado e que a autora que conseguido por algo a mais na história para fazê-la se diferenciar das demais que apresetam a mesma temática. Eu achei o enredo bem interessante e espero lê-lo em algum momento.
    Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu geralmente evito histórias com CEOs justamente com medo de cair na velha fórmula de homem poderoso e mulher fragilizada. Essa, pelo visto, foge desse padrão e fiquei bastante curiosa como o romance dos dois foi desenvolvido.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Não gosto de ler livros com cenas hot, e esses romances com CEO sempre oferecem isso, né? Não me interessei, mas gostei desse ser diferente, do cara ter um filho e da mocinha ser muito mais interessante que o normal, com sua determinação e independência.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu não curto esse tipo de livro e estou sempre fugindo deles, no entanto, achei legal a questão das lições de vida que parecem ser valiosas e terem sido bem trabalhadas.
    Quem sabe eu não deva fugir da minha zona de conforto e ler esse livro?
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá, , apesar dos comentar na resenha que a autora fugiu do clichê d da mocinha que precisa ser sala eu não consegui ficar curiosa para lê-lo, porem deve ser uma ótima dica para quem curta o gênero.

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto muito do gênero e neste momento estou em uma fase romance de época. Gostei da premissa e da sua resenha. A sua afirmação sobre as escolhas que fazemos e o que elas fazem conosco foi um dos pontos altos, mas o importante é deixar a vida nos ensinar através dos vários instrumentos e no caso do CEO foi o filho e a linda rainha, como vc colocou.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Realmente livro de CEO é uma coisa bem clichê, e se a autora não souber levar fica uma história iguais a outra. Pelo que vejo ela tem uma diferença e vou apostar nisso. Dica anotada e ótima resenha <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá! Não conhecia esse livro da Hope ainda. Eu amo o gênero, e me animei ainda mais peolo fato de a autora ter fugido daquele padrãozinho 50tons. Já li alguns outros que também trazer personagem feminina forte, e não colocam o homem como salvação, e é tão melhor... <3 Dica anotada!

    ResponderExcluir